Gastronomia

Alho negro: conheça sensação entre restaurantes de comida saudável

Redação Hypeness - 01/02/2022 às 10:21 | Atualizada em 02/02/2022 às 10:24

Há alguns anos, o alho negro e eu nos encontramos pela primeira vez. Estava em Montevideo, no Uruguai, e me deparei com o tal ingrediente em um mercado de produtos artesanais. Filha de chef de cozinha, logo mostrei para minha mãe que pirou de cara e já começou a testar em receitas. Hoje sensação em muitos restaurantes, o alho negro continua pouco conhecido do público, mas aclamado por quem entende do assunto.

Muito consumido na Ásia, o alho negro é um produto que ganhou destaque há pouco tempo e, embora fosse desconhecido, agora é comum encontrá-lo em diversas apresentações que vão desde o alho tradicional usado em preparos até pílulas e suplementos feitos com esse superalimento maravilhoso. Mas será que ele é tudo isso mesmo?

O que é alho negro, afinal?

Diferente do que eu mesma pensei quando comprei pela primeira vez, o alho negro não é uma espécie, mas um alho branco fresco que foi maturado por aproximadamente 20 dias entre cerca de 60º a 88º. Esse processo faz com que os dentes fiquem macios e de cor preta.

Durante o processo de envelhecimento, os dentes de alho sofrem a reação de Maillard, pois o calor cria mudanças nos aminoácidos e nos açúcares do alimento. Essa reação é o que dá ao alho preto seu sabor rico, picante, semelhante ao melaço, além do tom escuro.

Um mito comum sobre o alho preto é que ele é fermentado, mas não é. Por definição, a fermentação é uma decomposição química de uma substância por bactérias, leveduras ou microorganismos, e é um processo frequentemente usado na produção de alimentos.

Os dentes de alho preto podem ser facilmente picados, esmagados ou transformados em purê e são ideais para misturar em sopas, ensopados, massas e legumes salteados.

Benefícios do alho negro:

  • Contém mais antioxidantes

O processo de fermentação faz com que o alho preto contenha substancialmente mais antioxidantes do que o alho cru. Isso ocorre em parte porque a alicina, o composto que dá ao alho seu odor pungente quando esmagado, é convertida em compostos antioxidantes como alcalóides e flavonóides como fermentos de alho preto.

Antioxidantes são compostos que ajudam a proteger suas células contra danos oxidativos, que podem levar a várias doenças, além do envelhecimento da pele, que também é causado pela oxidação das células. As pessoas consomem principalmente antioxidantes por meio de alimentos vegetais, incluindo alho.

O ingrediente mostrou ainda atividades imunológicas, antioxidantes e anticancerígenas mais fortes do que o alho cru em vários estudos relacionados ao câncer.

  • Pode ajudar a protejer o cérebro e o fígado

O alho preto pode ajudar a prevenir a inflamação que pode prejudicar a memória e piorar a função cerebral ao longo do tempo. Os cientistas sugerem que o acúmulo de um composto de proteína chamado beta-amiloide causa inflamação no cérebro que aumenta o risco de doenças degenerativas, como Alzheimer.

O alho negro pode ainda ter um efeito preventivo no fígado, protegendo-o de danos que podem resultar de lesões, exposição diária a produtos químicos ou até mesmo uso crônico de álcool.

  • Pode ajudar a reduzir os riscos de doenças do coração

Estudos mostraram que o alho preto pode reduzir indicadores de doenças cardíacas, incluindo níveis no sangue de colesterol total, colesterol LDL (ruim) e triglicerídeos. Também pode aumentar o colesterol HDL (bom).

  • Pode ajudar a regular o açúcar no sangue

Estudos feitos com animais mostraram que o alho preto pode ajudar a regular o açúcar no sangue, reduzir o risco de diabetes gestacional e até prevenir danos causados ​​​​pelo diabetes não controlado. Mas calma lá que os cientistas precisam fazer mais pesquisas sobre esses efeitos em humanos.

Como usar alho negro em receitas

Assim como o alho fresco, o alho negro pode ser consumido cru ou cozido.

Se você comprar bulbos inteiros, vai precisar descascar os dentes antes de usar, mas isso leva muito menos tempo do que descascar alho fresco, já que os dentes se soltam facilmente das cascas. Uma vez descascado, o alho preto pode ser fatiado, picado ou amassado e adicionado a qualquer receita que use alho fresco.

Tenha em mente, no entanto, que o alho preto não tem o sabor intenso do alho fresco, podendo perder força para outros ingredientes do preparo. Você pode precisar usar mais alho preto do que usaria fresco ou usá-lo em receitas com sabores mais suaves para destacar sua singularidade.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness