Sustentabilidade

Ambientalistas denunciam maus-tratos contra girafas compradas por zoo do RJ; três morreram

Redação Hypeness - 01/02/2022 às 10:14

A compra e importação de 18 girafas vindas de Joanesburgo, na África do Sul, para o zoológico BioParque do Rio, do grupo Cataratas, no Rio de Janeiro, há mais de dois meses, vem acumulando denúncias de maus tratos, irregularidades e causando uma sucessão de protestos, principalmente após a morte de três animais durante a operação.

A trágica ocorrência aconteceu no Resort Safari Portobello, em Mangaratiba, na costa oeste do estado do Rio, para onde os animais foram levados depois de chegarem ao Brasil, para um período de adaptação antes de serem transportados para o zoológico: no dia 14 de dezembro, seis girafas fugiram do local, denunciado como pequeno e não adaptado para receber os animais, e depois de serem capturados, três animais morreram.

As girafas seguem em espaço não adequado dentro do Resort em Mangaratiba

As girafas seguem em espaço não adequado dentro do Resort em Mangaratiba

-Girafas entram na lista de espécies ameaçadas de extinção

Girafas mortas 

A causa das mortes está sendo investigada, mas não foram identificados ferimentos nos animais – segundo cientistas do Ibama, as mortes podem estar ligadas ao pico de atividade física causada pela fuga, após o período atravessado no local inadequado.

Segundo as denúncias, no Portobello Safari as girafas foram mantidos em grupos de três, dentro de baias de 40 metros quadrados, vivendo entre fezes e urinas, sem ventilação adequada e acesso à luz solar – a instrução do Ibama é de que as girafas sejam mantidas em espaços de 600 metros quadrados para cada grupo de dois animais.

girafas

O espaço possui somente 10% do tamanho que o Ibama recomenda

-Pandas acasalam durante isolamento após 10 anos e provam que zoológicos tem que acabar

Os protestos que grupos de ativistas vêm realizando na entrada do BioParque, no bairro da Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, porém, questionam não somente os maus-tratos e a morte das girafas, mas a própria aquisição e importação dos animais.

Consta que o zoológico teria afirmado que os animais seriam trazidos para a conservação da espécie, mas a girafa não faz parte da fauna brasileira. Um laudo do Ibama confirma que a importação em princípio foi ilegal pelo fato das girafas terem sido retiradas da natureza selvagem para serem trazidas ao parque no Rio.

girafas

As girafas foram tiradas da natureza selvagem da África do Sul

-Triste foto de girafas mortas dá a dimensão da seca no Quênia

Os animais chegaram ao Brasil no dia 11 de novembro, e na documentação receberam o código “W”, referente a “Wild”, que significa que vieram diretamente da natureza. Desde o incidente que causou a morte das girafas, e das denúncias de irregularidades, um inquérito foi aberto para averiguar a situação dos bichos e a própria legalidade da importação.

Em comunicado, o BioParque do Rio negou maus-tratos e afirmou que a compra e importação foi realizada dentro da lei e com todas as licenças exigidas.

Girafas

A Polícia Federal realizou uma batida no Resort para averiguar as condições do local

Publicidade

© fotos: PF/Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness