Debate

Bicampeão olímpico de hipismo, Mark Todd é suspenso por agredir cavalo em treino

Redação Hypeness - 18/02/2022 às 10:21

O bicampeão olímpico de hipismo, Sir Mark Todd, foi suspenso pelas autoridades de corrida após o vazamento de um vídeo dele agredindo um cavalo repetidas vezes com uma vara para forçá-lo a seguir pelos obstáculos na água.

O ex-atleta foi banido pela British Horseracing Authority (BHA) e fica proibido de exercer o esporte na Grã-Bretanha ou internacionalmente, enquanto durarem as investigações. Com 65 anos, o neozelandês é uma lenda do esporte com cavalos.

“O presidente do Independent Judicial Panel for British Racing aprovou hoje um pedido do BHA para que uma suspensão provisória seja colocada na licença de treinamento de Sir Mark Todd após o surgimento no fim de semana de um vídeo mostrando ele batendo em um cavalo com o que parece ser um galho”, disse a entidade em comunicado.

O atleta e treinador não será processado pela Sociedade Escocesa de Prevenção da Crueldade contra os Animais, mas suas atividades na área ficarão restritas a treinos por enquanto. Isso acontece porque qualquer prova de agressão contra animais deve ter menos de seis meses no momento da sua apresentação ao Procurador-Fiscal. Como o vídeo tem mais tempo, fica prescrito.

– Brasil terá primeira reserva de proteção de elefantes da América Latina para abrigar vítimas de maus tratos

Sir Mark disse que aceitou a decisão da BHA e acrescentou que estava “muito decepcionado” consigo mesmo. As imagens de vídeo chocantes, que se acredita ter dois anos e agora ressurgiram nas mídias sociais, mostram o cavaleiro batendo repetidamente no cavalo com uma vara durante uma sessão de cross-country, na Escócia.

Vencedor de duas medalhas de ouro olímpicas, Sir Mark Todd emitiu um pedido de desculpas depois que o vídeo vazou. “Uma das principais coisas que eu prego é estabelecer um respeito mútuo entre cavalo e cavaleiro e que paciência e bondade são a melhor maneira de obter resultados”.

“Acredito que este é um dos principais atributos, juntamente com uma grande empatia com os animais, que me permitiu ter uma carreira longa e bem sucedida no evento. Estou muito desapontado comigo mesmo por não ter aderido a isso neste caso”, completou.

– Maus-tratos a animais podem dar até 4 anos de prisão e multa milionária

Sir Mark pode perder sua licença para treinar e competir, bem como enfrentar uma multa financeira depois que judiciário avaliar as evidências do BHA.

“É angustiante pensar que um homem que trabalha com cavalos diariamente é capaz de abusar de um cavalo dessa maneira”, disse chefe da SSPCA, Mike Flynn.

O vídeo viralizou ao ser compartilhado no TikTok, na semana passada, pela amazona Chloe T. Nele, o cavalo pula de um lado para o outro, mas depois de ser atingido cerca de dez vezes, finalmente cruza o obstáculo enquanto os espectadores aplaudem.

Um porta-voz da Federação Internacional de Esportes Equestres disse: “A FEI está desapontada e alarmada com as imagens do vídeo. Este não é um comportamento aceitável e vai contra tudo o que defendemos (…) Cada indivíduo na comunidade equestre tem a responsabilidade e o dever de salvaguardar e proteger os cavalos sob seus cuidados e adotar uma atitude de tolerância zero quando se trata de qualquer forma de abuso e maus-tratos eqüinos. (…) a FEI investigará sempre que os métodos esportivos e de treinamento estiverem em claro desrespeito à saúde e ao bem-estar de nosso parceiro mais valioso, o cavalo”.

Sir Mark começou sua carreira de 22 anos. Seu sucesso incluiu duas medalhas de ouro olímpicas nos Jogos de Los Angeles e Seul, e conquistando o primeiro lugar no Campeonato Mundial em 1990 e 1998. Eleito o Cavaleiro do século 20 pela Federação Internacional de Esportes Equestres, também venceu o Badminton Horse Trials quatro vezes e o Burghley cinco vezes.

Ele também competiu nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012, tornando-se o segundo atleta olímpico mais velho da Nova Zelândia a competir nos Jogos.

Sir Mark, que é um dos esportistas mais famosos da Nova Zelândia, aposentou-se em 2019 para se mudar de volta para a Nova Zelândia e se concentrar no treinamento de cavalos. Ele também é dono de um estaleiro de treinamento, Mark Todd Racing, em Wiltshire, que atualmente tem 15 cavalos em treinamento. O ex-campeão olímpico também fundou a coleção Mark Todd, marca equestre e country que inclui roupas de marca para cavalos, roupas, acessórios e suprimentos de higiene.

-Ibama autua 6 pessoas por tortura que causou morte de tubarão no Ceará

Publicidade

Fotos: Reprodução/vídeo e Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness