Empreendedorismo

Big Mac sozinho gera mais renda que quase todas as maiores redes de fast food do mundo

Vitor Paiva - 22/02/2022 às 09:38

Se o McDonald’s lucrasse somente com as vendas do Big Mac em todo o mundo, e abrisse mão de todo dinheiro arrecadado com a venda de seus outros produtos, ainda seria a terceira maior receita entre os gigantes do fast food. É essa a conclusão de um cálculo simples e, ao mesmo tempo, gigantesco, publicado pelos perfis the bizness e the news, baseada em levantamentos anuais da mais famosa rede de lanchonetes do mundo: somente com o rendimento dos cerca de 550 milhões de Big Macs vendidos anualmente nos EUA, alcançando cerca de 2,4 bilhões de dólares em receita, o Mcdonald’s ficaria atrás somente da Little Caesars, uma rede de pizzarias estadunidense, e da Domino’s Pizza.

Um impecável Big Mac, sanduíche mais popular do cardápio do McDonald's

Um impecável Big Mac, sanduíche mais popular do cardápio do McDonald’s

-McDonald’s perde registro do Big Mac na Europa para rede irlandesa

Trata-se, porém, de um cálculo estimado, pois é praticamente impossível para uma rede do tamanho do McDonald’s realmente contabilizar o número de vendas de seu mais amado sanduíche em todo o mundo: os indicadores globais sugerem números ainda maiores, com vendas entre 900 milhões ou superando a casa de 1 bilhão de unidades de Big Macs por ano no planeta. A maior rede de restaurantes do mundo está presente em mais de 118 países e servindo mais de 40 milhões de pessoas por dia e, por motivos difíceis de serem tecnicamente explicados mas fáceis de serem deliciosamente saboreados, a humanidade quase toda ama os dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, cebola e picles num pão com gergelim.

O lanche completo com Big Mac, batatas fritas e refrigerante, em uma lanchonete francesa em 1992

O lanche completo com Big Mac, batatas fritas e refrigerante, em uma lanchonete francesa em 1992

-McDonald’s em Portugal fica em preto e branco para comemorar 50 anos do Big Mac

O Big Mac foi inventado em 1967 pelo empresário estadunidense Jim Delligatti, um dos primeiros franqueados da rede, para ser servido nos diversos restaurantes que ele possuía na região de Pittsburgh, no estado da Pennsylvania. A receita de Delligatti rapidamente se revelou um grande sucesso, com o sanduíche passando a integrar o cardápio de todas as lanchonetes do país no ano seguinte, mas quem batizou o Big Mac não foi o empresário, e sim Esther Glickstein Rose, uma secretária de publicidade de 21 anos que trabalhava para a empresa: antes o Big Mac chegou a ser chamado de “O Aristocrata” e “Blue Ribbon Burger”. O primeiro Big Mac vendido custava 45 centavos de dólar – consideravelmente mais caro que os 18 centavos que custavam os hambúrgueres simples de então.

empresário estadunidense Jim Delligatti

O empresário estadunidense Jim Delligatti com sua mais famosa invenção em uma de suas filiais

-Big Mac ganha versão em latinha de Coca-Cola

A dimensão econômica do mais famoso sanduíche da maior rede de restaurantes do mundo é tamanha, que em 1986 a revista The Economist criou o chamado “Índice Big Mac”, um medidor desenvolvido para explicar e aplicar um conceito chamado “Paridade do Poder de Compra”. Em resumo, por se tratar de um produto espalhado por todo o mundo e essencialmente igual em todo lugar – feito com os mesmos ingredientes em quantidades equivalentes – o Big Mac pode representar o valor de um dólar em cada país. De acordo com o cálculo, se o sanduíche em um determinado país for mais barato do que seu valor nos EUA, isso indicaria que a moeda desse país está desvalorizada em relação ao dólar.

Big Mac

Estima-se que 550 milhões de Big Macs sejam vendidos por ano somente nos EUA

Publicidade

© fotos 1, 3: McDonald's/divulgação

© fotos 2, 4: Getty Images


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness