Ciência

Fotos inéditas da superfície de Vênus em luz visível são as primeiras desde a União Soviética

Redação Hypeness - 17/02/2022 às 10:26 | Atualizada em 21/02/2022 às 10:27

Pela primeira vez, cientistas da Nasa conseguiram capturar imagens da superfície de Vênus sem que o planeta estivesse encoberta por nuvens. Antes dos registros atuais, isso só havia acontecido durante o programa Venera, da União Soviética. Desde então, o planeta Vênus estava sendo estudado com a ajuda de equipamentos e radares ultra modernos, mas sem imagens nítidas. 

– Pode mesmo haver vida nas nuvens de Vênus, dizem cientistas

Os registros foram obtidos pela Sonda Solar Parker (WISPR) em 2020 e 2021, que possui câmeras especiais capazes de gerar imagens de longa distância (em proporções espaciais).

Vênus é a terceira coisa mais brilhante no céu, mas até recentemente não tínhamos muitas informações sobre como era a superfície porque nossa visão dela é bloqueada por uma atmosfera espessa. Agora, finalmente estamos vendo a superfície em comprimentos de onda visíveis pela primeira vez do espaço“, afirmou o astrofísico Brian Wood, membro da equipe WISPR e do laboratório de pesquisa naval.

O planeta Vênus é conhecido como “gêmeo mal” da Terra. Isso porque os planetas se assemelham em tamanho, composição e massa, mas as características de Vênus não condizem com a existência de vida. A temperatura média da superfície do planeta é de 471 graus Celsius, por exemplo. 

– Emergência climática fez Vênus ir de clima parecido com o da Terra para 450º C de temperatura

O céu de Vênus possui nuvens bastante espessas e uma atmosfera tóxica, que prejudica até mesmo a circulação a robôs e outros tipos de equipamentos para investigação. O WISPR, que capta imagens que o olho humano é capaz de ver, conseguiu registros reveladores a partir do lado noturno do planeta. Do lado diurno, que recebe luz direta do Sol, quaisquer emissões infravermelhas da superfície seriam perdidas.

“Estamos entusiasmados com as informações científicas que a Parker Solar Probe forneceu até agora. Ela continua superando nossas expectativas, e estamos animados que essas novas observações feitas durante nossa manobra de assistência à gravidade possam ajudar a avançar na pesquisa de Vênus de maneiras inesperadas”, disse o físico Nicola Fox, da Divisão de Heliofísica da NASA.

Publicidade

Fotos: Nasa/WISPR


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness