Arte

Garoto de 8 anos coloca seu livro manuscrito em prateleira da biblioteca agora tem lista de espera de anos

Redação Hypeness - 18/02/2022 às 11:02

Com apenas oito anos, o jovem aspirante a escritor Dillon Helbig teve uma ideia para levar seu livro, “The Adventures of Dillon Helbig Crismis” (“As aventuras do Natal de Dillon Helbig”, em tradução livre), a outras crianças. Com 81 páginas e ilustrado por ele mesmo, a obra foi deixada por Dillon em uma das estantes da seção infantil da biblioteca local de Boise, cidade onde mora no estado americano de Idaho, durante uma visita ao lugar.

Com 7 anos de idade ela entrou na lista dos melhores escritores infantis do mundo

Sem contar para ninguém, o garoto colocou sua obra prima em uma das prateleiras e foi embora. Ao voltar para casa, Dillon contou o que tinha feito para sua mãe, Susan, que não se surpreendeu com a história. Ela sabia dos sonhos de Dillon sobre ser autor e foi logo telefonar para a biblioteca para tentar reaver o original. Qual não foi a surpresa de Susan ao descobrir que a equipe da biblioteca não só havia achado o livro como decidiu incorporá-lo ao catálogo.

Ele só queria genuinamente que outras pessoas pudessem desfrutar de sua história. Ele sempre foi um frequentador de bibliotecas, então ele sabe como os livros são compartilhados. Dillon é um cara confiante e generoso. Ele queria compartilhar a história“, afirmou o gerente do espaço, Alex Gartman.

Agora, o livro, que ainda não foi publicado, tem uma das maiores listas de espera que a biblioteca já viu. Até mesmo para outros estados. Por conta disso, Dillon e sua mãe estão vendo formas de transformar a obra de capa vermelha em um e-book.

Inteligência emocional: livros infantis para ajudar os pequenos a entender seus sentimentos e emoções

Pelo feito, Dillon foi condecorado com o prêmio Whoodini de Melhor Jovem Romancista da biblioteca. O nome é em alusão ao mascote da livraria e a categoria foi criada especialmente para parabenizar Dillon.

Eu queria colocar um livro meu na biblioteca desde que eu tinha cinco anos”, conta o garoto, em entrevista a um canal de televisão local. “Eu entrei escondido, primeiro eu corri, depois eu comecei a andar, entrei nesse corredor e coloquei meu livro. Logo depois, quando eu voltei, o livro não estava mais lá.

Publicidade

Fotos: Dillon Hilbig/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness