Debate

Passageiro é removido após tirar as calças em avião antes da decolagem

Vitor Paiva - 16/02/2022 às 10:29 | Atualizada em 17/02/2022 às 10:06

Um novo incidente envolvendo um passageiro em estado de descontrole e agressividade atrasou a decolagem de um avião do Aeroporto de Alicante, na Espanha, no último dia 7 de fevereiro. A aeronave da companhia irlandesa Ryanair tinha como destino a cidade de Dublin, capital da Irlanda, mas teve a partida interrompida após a tripulação emitir um alerta de segurança por conta do comportamento de um homem irlandês, que aparentava estar embriagado, ameaçando a segurança dos demais presentes a bordo e da própria viagem: segundo testemunhas, o ataque teve início após a tripulação impedi-lo de viajar carregando bebidas alcoólicas em seu colo.

O incidente aconteceu no dia 7 de fevereiro, em um voo da companhia Ryanair

O incidente aconteceu no dia 7 de fevereiro, em um voo da companhia Ryanair

-Passageiro é flagrado usando o pé para mexer em TV de avião

“Minha esposa disse que ele tinha mencionado para as pessoas mais próximas que estava muito quente no avião. Ele tinha garrafas no colo, talvez quatro ou cinco litros de destilados, e a aeromoça pediu para retirá-las porque queria guardá-las com segurança. Mas ele não quis entregar as bebidas, pois eram presentes. Então, ele ficou histérico”, afirmou um passageiro à imprensa local. Segundo o relato, em seguida o irlandês passou a ameaçar a tripulação, até que subitamente se levantou e tirou as calças. As portas do avião já se encontravam fechadas, e o processo de decolagem estava em vias de se iniciar.

Aeroporto de Alicante

Aeroporto de Alicante: o voo saia da cidade espanhola com destino à capital irlandesa de Dublin

-Avião da Gol faz pouso de emergência em Petrolina após falha em motor

Enquanto era retirado por três policiais, o homem seguiu em escândalo, alegando que havia deixado uma mala na aeronave, mas foi verificado que ele não tinha colocado bagagem alguma no avião: somente quando o homem foi retirado e a situação foi controlada que o voo conseguiu enfim embarcar para Dublin. “A tripulação de cabine lidou com isso extremamente bem, não houve uma grande confusão, não houve violência”, afirmou a testemunha, que preferiu não se identificar, mas que estava sentado próximo ao passageiro, que não teve a identidade revelada.

avião da Ryanair

A viagem atrasou 40 minutos até que o homem fosse retirado e detido com segurança

-Pessoa com autismo consegue vitória e obriga Gol a levar cão de assistência emocional em voo

Quando a polícia chegou ao avião, o homem já havia vestido suas calças novamente, e alegou que as garrafas que carregava eram “presentes” de viagem – o voo atrasou 40 minutos sua decolagem por conta do incidente. Recentemente um voo teve de ser desviado, no EUA, após um passageiro agredir uma comissária, e outra aeronave abortou uma decolagem após um homem ameaçar a tripulação, conseguir abrir parcialmente uma saída de emergência e saltar do avião, que taxiava pela pista em preparação para a decolagem: os dois agressores também foram presos e processados.

Publicidade

© fotos 1, 2: Wikimedia Commons

© foto 3: Flickr/CC


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness