Debate

Presidente da Ucrânia foi comediante no passado e acabou eleito quase que acidentalmente

Redação Hypeness - 24/02/2022 às 14:51 | Atualizada em 24/02/2022 às 20:03

Na madrugada do dia 23 para o dia 24, a Rússia iniciou uma guerra contra a Ucrânia devido a possível entrada do país na OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

No meio desse conflito está Volodymyr Zelenski, presidente ucraniano. Essa figura curiosa é um dos pivôs do que pode se tornar uma guerra e a história de sua ascensão ao poder pode explicar um pouco da situação no leste europeu.

Quem é Volodymyr Zelenski?

Volodymyr Zelenski

Volodymyr Zelenski se tornou presidente como piada e segue no poder em momento mais grave da história ucraniana

Volodymyr Zelenski é o atual presidente ucraniano. Eleito em 2019, o membro do partido “Servo do Povo” foi parar no posto de chefe do executivo da Ucrânia de forma quase acidental e é o produto mais bizarro de uma crise política que se arrasta no país desde 2013.

– Nas Ilhas Diomedes, a distância dos EUA para a Rússia – e de hoje para o futuro – é de somente 4 km

Zelenski é um comediante que ganhou notoriedade após estrelar uma série em que ele era um professor revoltado e anônimo que, por acidente, se torna presidente da Ucrânia. Sua campanha à presidência de 2019 era considerada uma brincadeira, uma piada. Mas a desconfiança da população sobre os rumos da política ucraniana era tão grande que ele ascendeu de forma meteórica ao poder, na esteira de Donald Trump, nos EUA, e Bolsonaro, no Brasil.

Esse era o tipo de humor de Zelensky:

Um produto do Euromaidan

Para explicar, entretanto, como Zelensky se tornou ser presidente da Ucrânia, precisamos voltar alguns anos na história ucraniana.

O país se tornou independente pela primeira vez em sua história com o fim da União Soviética, em 1990. Após a dissolução do governo socialista, a Ucrânia se manteve sob influência russa e muitos dos políticos que se mantiveram no poder tinham ligações com o governo russo. O principal nome desse grupo político era o de Vyktor Yanukovich, então primeiro-ministro ucraniano.

Yanukovich foi derrubado em 2004 pela chamada Revolução Laranja, que colocou Viktor Yushchenko no poder. Yushchenko era apoiado pelos Estados Unidos e se manteve no posto até as eleições de 2010, quando foi derrotado por seu algoz, Yanukovich, em uma Ucrânia já extremamente polarizada.

Euromaidan incentivou polarização e anti-política no país europeu

Em 2013, Yanukovich, pró-Putin, foi alvo de uma série de protestos apoiados pelos EUA. Os eventos foram liderados por grupos de extrema-direita e liberais pró-União Europeia no que foi chamado de Euromaidan e tinham como pauta o fim da corrupção, como os protestos que ocorreram no Brasil naquele mesmo ano.

Yanukovich renunciou e foi eleito Petro Poroshenko, empresário liberal extremamente ligado aos Estados Unidos e União Europeia. Seu governo não foi eficaz em unificar a Ucrânia e acabar com a crise política e, em 2019, a piada de Zelensky venceu Poroshenko no segundo turno.

Um comediante liderando uma guerra

Zelensky fez comunicado à população ucraniana e russa pedindo por paz na região

Agora, a piada de Zelensky parece ter custado caro aos ucranianos. O presidente sinalizou uma aproximação maior ao Ocidente, sobretudo com flertes com a Otan, o que levou à invasão do país pela Rússia. Conflitos estão sendo registrados em todas as regiões da Ucrânia e na capital Kiev.

De acordo com fontes austríacas, Zelensky confessou ao chanceler austríaco Karl Nehammer que “não sabe por quanto tempo a Ucrânia irá existir”.

Confira vídeos mostrando os ataques russos à Kiev:

Leia mais: Emergência climática trará tensões globais, aponta relatório do serviço de inteligência dos EUA

Publicidade

Fotos: Destaques: Reprodução/Youtube Foto 1: Rep


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness