Debate

Whoopi Goldberg: entenda fala equivocada sobre Holocausto que suspendeu atriz de programa

Gabriela Rassy - 07/02/2022 às 10:20 | Atualizada em 08/02/2022 às 10:57

A atriz e apresentadora Whoopi Goldberg foi suspensa do programa “The View”, do canal americano ABC, por duas semanas após fazer comentários sobre o Holocausto. Tudo aconteceu quando a atriz falou com seus co-apresentadores do programa que a perseguição da Alemanha nazista contra judeus “não era sobre raça”.

O quadro do programa propunha um debate sobre a graphic novel “Maus: a história de um sobrevivente”, vencedora do Prêmio Pulitzer, em 1992. De autoria de Art Spiegelman, “Maus” foi a primeira obra em quadrinhos a receber o importante prêmio fazendo um relato comovente sobre Auschwitz.

No programa “The View”, Whoopi e seus co-apresentadores comentavam sobre a decisão de um conselho escolar do Tennessee de remover a obra do currículo para artes da linguagem da oitava série.

“Vamos ser sinceros sobre isso. O Holocausto não é sobre raça.”, disse Goldberg na segunda-feira durante a discussão, afirmando que esta era uma questão de “desumanidade do homem contra o homem”.

Em seu argumento, ela disse que são dois grupos de pessoas brancas. “Maltratar uns aos outros é um problema. Não importa se você é negro ou branco, porque negros, brancos, judeus… todos se comem”.

Os comentários não pegaram nada bem e não melhoraram durante o debate.

“Certo, isso é o que significa para mim. Quando você fala sobre ser racista, não pode chamar isso de racismo. Isso era mau. Isso não foi baseado na pele. Você não poderia dizer quem era judeu. Você teve que mergulhar profundamente e descobrir. Quando a Klu Klux Klan está passando e eu estou com um amigo judeu, eu saio correndo, mas se ele decidir não correr, o racistas passam por ele porque na maioria das vezes não é possível distinguir”, concluiu a atriz.

Goldberg mais tarde se desculpou nas mídias sociais depois que recebeu uma reação negativa pelos comentários. As observações foram criticadas Liga Antidifamação, do Museu do Holocausto e de outros grupos de defesa dos judeus, e supostamente levantaram preocupação entre os altos escalões dos executivos da Disney.

 

“Não há dúvida de que o Holocausto foi sobre raça”, disse ele a Goldberg e seus co-anfitriões. “Foi assim que os nazistas viram isso enquanto buscavam a aniquilação sistemática do povo judeu em todos os continentes, em todos os países, com crueldade deliberada e implacável”, disse Jonathan Greenblatt, CEO da Liga Anti-Difamação a Whoopi durante o programa em que ela pediu desculpas.

A retratação veio logo em seguida. “No programa de hoje, eu disse que o Holocausto ‘não é sobre raça, mas sobre a desumanidade do homem para com o homem’. Eu deveria ter dito que é sobre ambos. Como Jonathan Greenblatt, da Liga Antidifamação, compartilhou: “O Holocausto foi sobre a aniquilação do povo judeu pelos nazistas – que eles consideravam a raça inferior”. Estou corrigida”, disse ela em um comunicado postado no Twitter.

 

“Com efeito imediato, estou suspendendo Whoopi Goldberg por duas semanas por seus comentários errados e ofensivos. Embora Whoopi tenha se desculpado, pedi a ela para refletir e aprender sobre o impacto de seus comentários”, disse Kim Godwin, presidente da ABC News, em comunicado.

Publicidade

Fotos: Reprodução/ABC


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Canais Especiais Hypeness