Futuro

Conheça a ‘caixa preta’ que pode gravar o dia do fim do mundo

Vitor Paiva - 08/03/2022 às 10:25 | Atualizada em 10/03/2022 às 10:53

Emissão de gases, mudanças climáticas, desmatamentos, incêndios, queimadas e poluição nos fazem infelizmente pensar muito mais do que gostaríamos no fim da humanidade, não por efeito de um asteroide ou algo assim, mas sim pela própria ação humana. Uma parceria entre duas agências e um grupo de pesquisadores, porém, decidiu ir literalmente além do fim, preocupando-se com o que poderá restar após esse possível apocalipse por vir, e resguardando em uma caixa “indestrutível” uma série de informações científicas para oferecer a futuras civilizações o registro do que era, como era, como agia e o que sentia a humanidade – e o que terá levado ao fim do mundo como conhecemos hoje.

Feita em aço, a caixa-preta irá registrar dados gerais ambientais sobre a humanidade para a posteridade

Feita em aço, a caixa-preta irá registrar dados gerais ambientais para a posteridade

-5 filmes apocalípticos para lembrarmos do que não pode acontecer na vida real

Assim nasceu o projeto oportunamente intitulado Earth’s Black Box, ou caixa-preta da Terra, em tradução livre, uma colaboração entre a agência de marketing Clemenger BBDO, a agência criativa The Glue Society, e pesquisadores da Universidade da Tasmânia, instituição australiana com três campus no estado insular. Basicamente, a caixa-preta do planeta é um imenso monólito instalado em um ponto remoto da Tasmânia capaz de resistir a grandes cataclismos e permanentemente registrando importantes dados científicos sobre o que pode causar esse fim.

A emissão de gases é um dos muitos fatores para o possível apocalipse sugerido

A emissão de gases é um dos muitos fatores para o possível apocalipse sugerido pelo projeto

-Por dentro de um bunker de sobrevivência de luxo de 3 milhões de dólares

“A ideia é que se a Terra realmente se destruir como resultado das mudanças climáticas, esse equipamento de gravação indestrutível permanecerá por lá, para ensinar a quem quer que seja que sobreviver”, afirmou Jim Curtis, diretor executivo de criação da Clemenger BBDO, para a imprensa australiana. “Obviamente é um conceito poderoso quando se diz a alguém que a Terra ‘tem uma caixa-preta’. Muita gente pergunta pra que precisamos de uma caixa-preta, mas, antes de tudo e principalmente, se trata de uma ferramenta”, afirmou Curtis. O objeto será construído com 10 metros, por 4 metros e 3 metros em aço de 7,5 centímetros de espessura, e o local, na costa oeste do estado, foi escolhido por sua estabilidade geopolítica e geológica.

O local também está previsto para receber visitas - e oferecerá wi-fi aos visitantes

O local também está previsto para receber visitas – e oferecerá Wi-fi aos visitantes

-Stephen Hawking: por ‘culpa’ da humanidade, Terra vai virar bola de fogo em 600 anos

O equipamento irá utilizar um algoritmo especialmente projetado para rastrear toda a internet e registrar informações relevantes sobre a emergência climática, como níveis de carbono na atmosfera, variações de temperatura, mudanças no nível e na temperatura dos oceanos, consumo de energia, e mais – juntando tais dados a outros arquivos relevantes, como manchetes em reportagens e posts em redes sociais, a fim de contextualizar as informações coletadas. Quando estiver funcionando, a Earth’s Black Box também disponibilizará os dados em uma plataforma digital: para além de funcionar somente como um digrama para futuras civilizações, o projeto busca pressionar líderes internacionais para, quem sabe, impedir esse fim anunciado.

A Earth's Black Box ficará em um ponto isolado do estado da Tasmânia, na Austrália

A Earth’s Black Box ficará em um ponto isolado do estado da Tasmânia, na Austrália

Publicidade

© fotos 1, 3, 4: Earth's Black Box

© foto 2: Getty Images


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness