Ciência

Coronavírus pode atacar sistema imunológico com mecanismo recém descoberto por cientistas

Roanna Azevedo - 25/03/2022 às 09:21

Um estudo realizado pelo Instituto de Virologia de Wuhan, na China, descobriu que o coronavírus consegue atacar as células T, responsáveis por estruturar a resposta imunológica do organismo e eliminar células infectadas. Isso significa que o Sars-CoV-2 é capaz de enfraquecer as defesas do corpo humano.

Máscaras N95, PFF2 e oxímetros: como escolher produtos seguros para se proteger do coronavírus

O Sars-CoV-2 é capaz de infectar diretamente as células.

A desconfiança dos cientistas começou no início da pandemia, quando perceberam que uma grande quantidade de células T diminuía em casos graves de Covid-19. Até aquele momento, os médicos achavam que isso era resultado de uma resposta imunológica excessiva do organismo ou de um ataque do Sars-CoV-2 à medula óssea e ao timo. Essas especulações logo foram negadas pelo estudo, que provou que o vírus é capaz de infectar as células diretamente.

Nova investigação da OMS pode ser ‘última chance’ de detectar origem do coronavírus

Após serem contaminadas, as células podem sofrer de duas formas diferentes. Na primeira, elas detectam a infecção e “cometem suicídio”, o que deixa o sistema de defesa do organismo debilitado. Na segunda, e pior maneira, permanecem vivas, sendo capazes de transportar o vírus por meio da corrente sanguínea para outras áreas do corpo.

Ocorrência de células T “suicidas” em pessoa não infectada pelo coronavírus (à esquerda) e em dois pacientes infectado.

O modo de infecção também foi explicado pela pesquisa e se mostrou bastante curioso. Para invadir uma célula, o Sars-CoV-2 costuma usar os receptores ACE2 presentes nela. Mas, nas células T, esse tipo de receptor existe em pouquíssima quantidade, o que em tese dificultaria a contaminação. A partir de experiências in vitro, os cientistas concluíram que o vírus faz uso de outro receptor para invadi-las: o LFA-1, presente também nos glóbulos brancos.

Pesquisa traz panorama do impacto do coronavírus em 3 grandes favelas do Rio

Mais estudos ainda precisam ser realizados para confirmar a informação. Caso ela seja verdadeira, tudo o que se sabe até o momento sobre o Sars-CoV-2 precisará ser revisto. Já as consequências causadas pela Covid-19 no sistema imunológico também deverão ser questionadas.

Publicidade

Foto 1: Erlon Silva - TRI Digital/Getty Images

Foto 2: Signal Transduction and Target Therapy/Reprodução


Roanna Azevedo
Diretamente da zona norte do Rio, é jornalista por profissão e curiosa por conta própria. Ama escrever sobre cinema e o universo do entretenimento há mais de dois anos. Tem paixão por tudo que envolve cultura, música, arte e comportamento, além de ficar sempre ligada no que rola no mundinho da comunicação nas redes sociais.

Canais Especiais Hypeness