Criatividade

‘Foi parceiro dos caras’: o vira-lata caramelo que se deitou ao lado de suspeitos durante abordagem policial

Patrocinado por: Adotar é Hype
Vitor Paiva - 10/03/2022 às 10:26 | Atualizada em 29/04/2022 às 15:42

Uma inusitada cena ocorrida durante uma operação policial em Itaperuçu, região metropolitana de Curitiba, entrou para a galeria que ilustra a irresistível simpatia do vira-lata caramelo: ao notar dois suspeitos deitados no chão em abordagem da polícia na capital paranaense, o animal prontamente se deitou ao lado dos dois homens algemados em pleno asfalto, e recolheu as patas. A cena surpreendeu de tal forma os presentes, que o policial Tiago Wendrechoviski não resistiu e a registrou: ao ser compartilhada, a foto evidentemente viralizou na internet.

Vira-lata "preso": a inusitada cena foi registrada pelo próprio policial

Vira-lata “preso”: a inusitada cena foi registrada pelo próprio policial

-Por que o vira-lata caramelo é o maior (e melhor) símbolo do Brasil

Espécie de símbolo nacional, é sabido que o vira-lata caramelo é uma infalível instituição brasileira, presente em toda rua que se preze pelo país – abanando o rabo e esbanjando charme como nenhum outro cão. “Achei que o cachorro foi bem parceiro dos caras. Foi estranho, porque ele não conhecia eles, mas se compadeceu e deitou do lado dos caras”, afirmou o agente, em reportagem da Paraná RPC. Os dois homens foram detidos após notarem a polícia e tentarem fugir – e o vira-lata se pôs em posição assim que viu a operação policial.

-Vira-lata caramelo que viralizou em nota de R$ 200 se chama Pipi; saiba mais

 “Foi bem incomum, algo raro de acontecer. Por isso eu tirei a foto, que depois vazou de um grupo fechado e viralizou. Uma situação boa para descontrair”, comentou Wendrechoviski. A incrível cena aconteceu no último domingo, na avenida Crispim Furquim de Siqueira. O policial confirmou que os homens foram presos, um deles por porte ilegal de arma de fogo, e o outro por pilotar uma moto adulterada.

No detalhe, a postura do cachorro, como se aguardasse ser revistado

No detalhe, a postura do cachorro, como se aguardasse ser revistado ou algemado

-Vira-lata caramelo se dá mal por curiosidade e é desentalada pelos bombeiros

Tanto a moto quanto a arma e os suspeitos foram transportados para a Delegacia de Rio Branco do Sul, igualmente na região metropolitana de Curitiba. Por não existir um serviço publico de canil no município de Itaperuçu, ao fim da operação o cachorro não foi recolhido, e seguiu sua vida pelas ruas da cidade: após ser devidamente revistado com carinhos e afagos e de nenhum ilícito ser encontrado, o vira-lata caramelo foi liberado.

Publicidade

© fotos: Arquivo pessoal


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.