Inovação

Tinder dos pets usa tecnologia para facilitar adoção responsável

Patrocinado por: Adotar é Hype
Roanna Azevedo - 03/03/2022 às 10:16

E se existisse uma plataforma capaz de garantir que o processo de adoção de um bichinho fosse consciente e, ao mesmo tempo, mais fácil? Essa é a proposta do PetPonto, um aplicativo criado para conectar cães e gatos disponíveis para serem adotados com pessoas que desejam adotar.

ONG lança filtro de Instagram com animais reais e disponíveis para adoção

São aproximadamente 2500 cães e gatos disponíveis para adoção no aplicativo.

O serviço funciona como um Tinder dos pets, fazendo uma ponte entre ONGs e abrigos protetores de animais e adotantes em potencial. “Hoje, as ONGs têm um perfil 100% assistencialista, com o foco em captar ração, veterinário, medicação e voluntários, sem conseguir dar atenção à promoção das adoções”, declara Fernanda Delboni, sócia do PetPonto, a respeito da importância do aplicativo.

Jovem costura gravatas para estimular adoção de animais e recebe elogios de Obama

A plataforma funciona de forma simples. Primeiro, é necessário preencher um perfil pessoal com informações sobre sua rotina, tempo disponível para se dedicar ao animal, infraestrutura e núcleo familiar. As respostas são filtradas pelas ONGs, que desconsideram imediatamente lares que não preenchem os requisitos mínimos para a adoção, evitando assim possíveis abandonos e devoluções.

Os perfis dos candidatos são analisados pelas ONGs para evitar possíveis abandonos e devoluções dos animais.

Só depois do cadastro é que o usuário tem acesso à lista de cães e gatos disponíveis. São mais de 2500 animais, e todos possuem fotos e informações sobre tamanho, idade e personalidade anexadas.

Prefeitura de Curitiba usa meme de Bettina para adoção de animais

Além de conectar bichinhos a seus futuros tutores, o PetPonto também produz material informativo sobre adoção. Reportagens sobre a importância de tomar decisões responsáveis a respeito do cuidado com os animais e o que pode ser feito para melhorar a qualidade de vida dos que ainda não têm um lar podem ser lidas na plataforma.

A PetPonto também oferece condições necessárias para que ONGs de proteção possam se profissionalizar.

Outra função importante do serviço é permitir que ONGs e abrigos se profissionalizem enquanto protetores. “O aplicativo surge com a ideia de ser mais do que uma tecnologia que promove a adoção. É também um apoio ao desenvolvimento da sociedade, para mudar o modo de ver tudo que envolve o trabalho de resgate e encaminhamento dos animais”, afirma Fernanda.

Anúncios criativos usam ilusão de ótica para promover a adoção de animais abandonados

Publicidade

Foto 1: Ivan Babydov/Pexels

Foto 2: Jhency Xang/Pexels

Foto 3: WenBin/Pexels


Roanna Azevedo
Diretamente da zona norte do Rio, é jornalista por profissão e curiosa por conta própria. Ama escrever sobre cinema e o universo do entretenimento há mais de dois anos. Tem paixão por tudo que envolve cultura, música, arte e comportamento, além de ficar sempre ligada no que rola no mundinho da comunicação nas redes sociais.