Viagem

Alguns bons motivos para conhecer Sarajevo, um destino nada óbvio

Redação Hypeness - 13/04/2022 às 17:29 | Atualizada em 09/05/2022 às 19:38

Você conhece Sarajevo? A capital da Bósnia e Herzegovina é uma das cidades mais incríveis da Europa, mas está fora da rota da Europa Ocidental e acaba sendo esquecida pelos roteiros de viagem mais mainstream. Mas a história de Sarajevo e sua confluência cultural única fazem desse local um dos destinos mais mágicos do planeta.

Mercado de bosníacos no centro de Sarajevo na Bósnia

A cidade foi fundada em 1461 como consequência da expansão turco-islâmica em direção à Europa depois da tomada de Constantinopla (em 1459).

A cidade era a segunda mais importante de todo o Império Otomano – que se estendia de Marrocos até o Iraque e do Egito até a Bósnia – e era extremamente crucial para o comércio entre Europa, Balcãs e Oriente Médio.

– 12 fotos que provam que a Sérvia deve entrar nos seus planos de viagem

Em 1868, ela foi tomada pelo Império Austro-Húngaro e começou a ganhar uma cara mais europeia, sendo industrializada e cristianizada.

Essa confluência de culturas – além da efervescência étnica dos próprios balcãs – faz com que Sarajevo fosse sempre um local extremamente curioso dentro da Europa.

Em 1914, ela foi palco de um dos maiores eventos da história mundial: o assassinato de Francisco Ferdinando, arquiduque herdeiro do Império Austro-Húngaro. O evento eclodiu na Primeira Guerra Mundial.

Quando você vai a Sarajevo, sua principal experiência é a vida

Após a Segunda Guerra Mundial, a Bósnia foi incorporada à Iugoslávia sob a égide de Josip Broz Tito, em uma espécie de socialismo cooperativista que se opunha ao modelo soviético do bloco de esquerda.

Por isso, Sarajevo incorpora um pouco daquela estética de urbanismo do Leste Europeu, mas também se combina com a arquitetura túrquica e islâmica, além de construções em moldes da belle-epoque da lógica do Império Austro Húngaro.

Cidade tem estilo confluente de turcos, sérvios, bósnios e austríacos após série de dominações

Foi inclusive durante o regime comunista que Sarajevo sediou os Jogos Olímpicos de Inverno, sendo a primeira cidade socialista do planeta a receber os eventos icônicos.

O Estádio Olímpico Asim Ferhatović Hase é uma lembrança desse momento e também de uma fase trágica da história bosníaca: a Guerra da Bósnia.

– Ouça o incrível órgão na Croácia que usa as ondas do mar para dar música a quem passa

Após a dissolução da Iugoslávia, a Bósnia passou a ser um espaço de disputa entre bosníacos que queriam a independência do país e sérvios que queriam uma união dos países eslavos.

Sarajevo foi cercada em 1993 e a cidade foi completamente destruída pelo conflito e, desde então, se reconstrói aos poucos em um espírito de paz.

Paisagem bucólica de Sarajevo merece sua visita

Hoje, guias turísticos levam para os locais de defesa humanitária e outros espaços importantes do teatro de guerra mais importante da história da Europa no pós-Segunda Guerra Mundial.

Além dessa história rica, a Bósnia também é um dos destinos mais baratos da Europa: sua moeda é o Marco, que também tem se desvalorizado nos últimos anos e o país tem um baixo custo de vida, proporcionando uma experiência barata e incrível para os turistas.

Publicidade

Fotos: Creative Commons


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness