Debate

Clonagem de cães e gatos vira febre e tem gente pagando até 200 mil dólares

Gabriela Rassy - 28/04/2022 às 10:07 | Atualizada em 02/05/2022 às 10:50

Já faz mais de 20 anos que nos surpreendemos com o nascimento da ovelha clonada chamada Dolly. Hoje, a clonagem de cães é não só uma realidade, mas uma febre. Acessível? Nem tanto. Tem gente que chega a pagar até 200 mil dólares pela réplica de seu amado bichinho de estimação. Entre os problemas éticos e científicos da história toda, fica só uma impressão: quão bizarros podemos ser para ter o que queremos?

Chamar um cãozinho ou um gatinho bebê de bizarro chega a ser maldade, mas um clone igual ao pet falecido é no mínimo assustador. Uma coisa entre ficção científica e a comédia romântica – ou mesmo uma pegada “nossa, isso é muito Black Mirror”.

E para você que pensou que – graças aos deuses e orixás – é uma tecnologia marginal fadada ao fracasso, pense de novo. A ViaGen Pets & Equine, uma empresa do Texas responsável pela clonagem de animais de estimação, informou ao The Guardian neste louco 2022 que está clonando “mais e mais animais de estimação a cada ano”. E repare no nome deste rentável empreendimento: sim, eles clonam seu cavalo também.

Mas isso não é proibitivamente caro? Para a maioria das pessoas, sim. Se você quiser que o ViaGen clone seu gato, pode ir na sua reserva de dinheiro e separar 30 mil dólares (R$ 149 mil na cotação atual). Para um cão, sobe para mais de 47 mil dólares (R$ 233 mil). Agora, se você precisar de um clone do seu cavalo, ele custará 80 mil verdinhas (nem vou converter pra não te chatear). Some a isso algo que ainda não sabemos o efeito: o custo moral de brincar de Deus nos dias de hoje.

Um dos problemas éticos é a falta de benefícios médicos para o animal ou para seu humano. Robert Klitzman, diretor acadêmico do programa de mestrado em bioética na Universidade de Columbia, afirma que o processo de clonagem tem só 20% de chance de dar certo e envolve riscos para os animais envolvidos.

Penny Hawkings, especialista da Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals, associação que promove e defende o bem-estar animal, disse em entrevista à BBC, que pode ser doloroso e angustiante tanto para as fêmeas terem seus óvulos retirados para doação quanto para aquelas que são preparadas para uma gravidez de aluguel.

—‘Zoológico congelado’ guarda amostras genéticas de mais de mil espécies e pode salvar animais ameaçados

Quanto custa clonar um animal?

Claramente isso não é para todos. Não, isso mesmo. Esse procedimento foi projetado para atrair os ricos, e talvez seja por isso que seja tão fácil de zoar. Talvez se você pudesse clonar seus animais de estimação por 50 conto na farmácia, todo mundo faria.

Sem julgamentos aqui. Imagina! Tenho até amigos que são clones. Mas eu sou do tipo que adotaria um animal de estimação de abrigo. Talvez por não ter dinheiro para isso, talvez por não ter um animal que eu amo a ponto de clonar, talvez porque eu tenha alma. Nunca contarei a verdade.

Sendo justa aqui, o que você faria se seu amado animal de estimação morresse de repente? Acha que pagaria essa bagatela para deixar a ciência criar livremente uma cópia genética idêntica do meu cachorro, mesmo que a personalidade dele não seja a mesma?

O caso mais famoso nesse sentido foi o da cantora e cineasta Barbra Streisand, que clonou seus animais de estimação. Ela chocou a Internet em 2018 quando disse à Variety que dois de seus três cachorros, Miss Violet e Miss Scarlet, foram clonados a partir de células retiradas da boca e do estômago de sua recém-falecida Samantha.

As pessoas são livres para fazer o que quiserem com seu dinheiro –  menos você, Elon Musk, apenas pare. Só tem um porém. As organizações de bem-estar animal alegam que os pets clonados são mais propensos a doenças, então também parece uma coisa muito ruim de se fazer com o animal para satisfazer seu desejo de seguir olhando para o mesmo focinho por toda sua vida.

Fora que nem é uma cópia perfeita. A clonagem geralmente envolve extrair uma amostra de DNA e inseri-la em um substituto, mas uma grande parte da personalidade do animal – e pasme, assim como dos humanos – vem de sua criação e ambiente. Você não pode prever como seu novo animal de estimação vai se comportar, mesmo que tenha o mesmo DNA do anterior.

Parece uma ideia excelente, hein? Gastar um dinheiro surreal em um cachorro que se parece com seu cachorro velho, mas que pode se comportar como um outro que você não gosta tanto assim. É o verdadeiro saldão do pet shop de butique: compre um, leve a eternidade e lide com seu B.O.

—Cientistas fazem história e clonam espécie de cavalo ameaçada de extinção

Publicidade

Fotos: memes


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Canais Especiais Hypeness