Diversidade

Conheça a nova turma 2022 de criadores brasileiros do #FundoVozesNegras do YouTube

Gabriela Rassy - 05/04/2022 às 10:13

O Fundo Vozes Negras do YouTube anunciou 135 criadores do mundo todo – sendo 35 brasileiros – que fazem parte da Turma 2022 da iniciativa. Todos os criadores devem receber recursos para a produção de conteúdo em seus canais. Além do Brasil, os selecionados são da África do Sul, Canadá, Estados Unidos, Nigéria, Quênia e Reino Unido.

Alguns destaques nacionais ficam com a criadora, influenciadora e atriz Gabriela Loran. Ela foi a primeira atriz trans a viver uma personagem trans na novela “Malhação”, clássico das tardes da Globo, e depois dessa oportunidade, teve diversas experiências na TV, além de ter apresentado seu TEDx talks duas vezes, falando sobre sua vida enquanto mulher transgênero.

Se você é do tipo de pessoa que não tira o fone de ouvido para nada, a boa é conhecer o Papo de Música, canal da jornalista e apresentadora Fabiane Pereira. À frente do programa de rádio Faro, que há sete anos dá luz às novas músicas produzidas no Brasil, já teve edição em ponte aérea com Portugal e centenas de entrevistas com grandes nomes e boas apostas da música nacional.

—8 artistas que você precisa ouvir e acompanhar em 2022

Já o Pensar Africanamente é uma ferramenta de comunicação voltada para a informações sobre as histórias, culturas, tradições e ancestralidades africanas e afro-diaspóricas, para promover o enfrentamento ao racismo.

—Criação de conteúdo: 5 produtos para te ajudar na produção de conteúdo digital

Ainda entre os brasileiros contemplados estão nomes como Rao TV, que fala de entretenimento; Kamille Ramos, que trazendo reflexões importantes do dia a dia para seu público teen; oCastrin, que manja tudo de games; Na Rédea Curta, websérie onde Sulivã Bispo e Thiago Almasy dão vida à Mainha e Junior nesta, retratando de forma bem humorada o cotidiano de uma mãe e seu filho na periferia de Salvador; e Hawk, que traz sua vivência como criador PCD. São criadores dos mais diversos estilos que falam sobre beleza, esportes, games, educação, literatura, comédia entre outros temas.

“Nossa comunidade do YouTube Black está repleta de pessoas criativas, apaixonadas, talentosas, brilhantes e motivadas. Temos a honra de dar a esses criadores recursos para continuarem a expandir suas vozes. Queremos apresentar novas narrativas que enfatizem o poder intelectual, autenticidade, dignidade e alegria das vozes negras. Além disso, queremos educar o público sobre justiça racial, ao mesmo tempo em que ajudamos criadores e artistas negros a construirem carreiras prósperas e sustentáveis no YouTube”, diz Bibiana Leite, diretora de desenvolvimento de parcerias de conteúdo no YouTube e líder do YouTube Black no Brasil.

Nos próximos meses o YouTube trabalhará em estreita colaboração com os criadores para ajudá-los a prosperar na plataforma. Isso incluirá suporte dedicado do YouTube e um valor de financiamento para investir na estrutura do canal.

Os selecionados também participarão de programas de networking e treinamentos personalizados da Incubadora de Criadores do YouTube, uma experiência imersiva de três semanas que conta com workshops virtuais para ajudar em produções e na administração do negócio.

Conheça todos os selecionados aqui!

—Aposta 2021: Marina Sena canta seu pop universal em álbum solo: ‘vai bombar de primeira’ – e bombou!

Publicidade

Fotos: Divulgação


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Canais Especiais Hypeness