Arte

Equipe de seguranças fará curadoria de exposição no Baltimore Museum of Art

Redação Hypeness - 19/04/2022 às 14:51

“Onde fica o banheiro”, “Onde fica a ala impressionista” ou “Como volto para o saguão?”. Essas são as perguntas mais frequentes que os seguranças do Museu de Arte de Baltimore recebem em um dia comum de trabalho. Não é à toa que ficaram surpresos quando receberam uma pergunta diferente, especialmente vinda de deus chefes. 

A equipe de segurança de 47 pessoas respondeu “qual arte é a mais impactante para você” e as respostas farão parte da exposição especial no BMA chamada “Guarding the Art”. A curadoria foi realizada nos primeiros dias da pandemia, quando os guardas foram orientados sobre como fazer as escolhas, definir iluminação e escrever cartazes.

– Segurança entediado desenha olhos em quadro vanguardista de mais de 1 milhão de dólares

Guarding the Art foi imaginado pela primeira vez em fevereiro de 2020, quando a administradora da BMA Amy Elias e a curadora-chefe Asma Naeem estavam conversando durante o jantar sobre como obter perspectivas diferentes no museu. O que elas descobriram é que a equipe de segurança, por trabalhar no local todos os dias, tinha amor, curiosidade e conhecimento mais do que suficientes da profissão de arte para organizar uma exposição inteira.

Grupo de seguranças do BAM

Com 95.000 peças na coleção do museu e apenas 1.800 em exibição em um determinado período, não é de admirar que homens e mulheres que passam o dia todo olhando para elas tenham feito um excelente trabalho.

“Nossos guardas estão sempre olhando para a arte e ouvindo as pessoas falarem sobre a arte”, disse Naeem ao Washington Post. “As pessoas gostam de conversar com eles, e sua educação é realmente uma experiência prática de galeria. Queríamos ver as coisas da perspectiva deles.”

– Neste incrível museu de arte em 3D você pode interagir e (literalmente!) fazer parte de cada pintura

Um dos guardas, Alex Lei, escolheu Waiting for an Answer (1872), de Winslow Homer para a exibição. Ele disse que a pintura: “é estranhamente reflexiva a experiência de ser um guarda – um trabalho composto principalmente de espera”.

Quadro “Waiting for an Answer”, um dos selecionados na curadoria

“Sempre achei que esses são os melhores momentos para criar uma conversa entre os visitantes, onde já podemos ter algo em comum”, disse outro guarda, Rob Kempton, que selecionou duas pinturas abstratas, “The Creek” e “Evening Glow”, duas pinturas pelas quais ele frequentemente se sentia atraído.

– Museu de Viena abre conta no OnlyFans para protestar contra censura na arte

“Espero que os visitantes saiam disso com uma nova experiência e que sejam desafiados e inspirados ao ver objetos tão díspares conversando uns com os outros”, disse ele à CNN.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness