Arte

Feriado de Tiradentes vira Carnaval: 27 dicas dos desfiles aos shows e lançamentos

Gabriela Rassy - 20/04/2022 às 11:23 | Atualizada em 25/04/2022 às 08:30

E não é que é Carnaval de novo? O feriado de Tiradentes tá diferente e vão rolar desfiles das escolas de samba de Rio e São Paulo, festas, shows e blocos – mas calma que tem pra quem quer ficar em casa e para quem quer um rolezinho delícia fora da folia.

Para quem é do rolê, ainda dá tempo de garantir sua vaga nos desfiles oficiais na Sapucaí e no Sambódromo, mas tem muito mais! No Rio tem o palco do Terreirão do Samba, na Praça XI, com shows de Alcione, Teresa Cristina, Fundo de Quintal, Jorge Aragão e muito mais. Em SP, tem Orquestra Voadora no Mundo Pensante e Desculpa Qualquer Coisa em uma edição gostosinha de tarde na Miúda, além do show porradão de Monkey Jhayam no Kingston e a baianidade de Larissa Alves na NossaCasa.

Nos lançamentos musicais, o clipão de Tássia Reis com Tulipa Ruiz, na deliciosa faixa “Dia Bom”; Negra Li, contando sua história em “Era Uma Vez Liliane”; Rashid questionando a realidade no single “Pílula Vermelha, Pílula Azul”.

Rolam ainda boas exposições de arte, como “A tensão”, de Leandro Erlich, no CCBB SP; Vários 22, na
Arte132; e Vozes da Parede, na Oficina Cultural Oswald de Andrade; além de livros, peças de teatro e bons drinks no Virô Bistrô e no u!mano, espaços recém abertos em São Paulo.

Vem na minha!

#eventos

Desfile das Escolas de Samba
SP – Sambódromo do Anhembi | 21 a 23/4
RJ – Marquês de Sapucaí | 20 a 23/4
A partir de R$ 50 ou pela TV Globo ou pelo Globoplay
O samba finalmente volta para a avenida e as escolas de samba desfilam durante todo o feriado. Os grupos especiais saem somente na sexta e no sábado. Ainda dá tempo de ver pessoalmente, sendo que no Rio os ingressos para o grupo especial vão de R$ 290 a R$ 900. Já em SP, os ingressos vão de R$ 130 a R$ 1200 e estão quase esgotados. É possível assistir ao vivo, no conforto do lar, pela Globo/EPTV ou pelo Globoplay, a partir das 22h45.

Terreirão do Samba Nelson Sargento
Praça XI – RJ
Quarta, 20, a sábado, 23, a partir das 19h
Grátis
A extensa programação no carnaval fora de época do Rio chega na Praça XV com o melhor do samba reunido durante todo o feriado. Destaque para os shows de Teresa Cristina (20/4, 22h20), Alcione (20/4, 23h20), Fundo de Quintal (21/4, 23h), Tempero Carioca, Zé Luiz do Império, Matriarcas do Samba, Tia Surica (22/4, 20h) e Jorge Aragão (23/4, 00h).

Orquestra Voadora
Mundo Pensante
Sexta, 22, 22h
R$ 50 (4º e último lote)
Nas asas da percussão e dos metais, a Orquestra Voadora embarca em composições próprias e grandes clássicos da música mundial numa viagem que mistura samba, rock, pop, funk, maracatu e afrobeat como propulsão para seus voos. Pioneira do novo Carnaval de rua do Rio, a Orquestra Voadora pilota um barco da maior envergadura, um dos maiores da cidade.

Desculpa à Tarde!
Miúda Bar
Sábado, 23, 16h
Grátis até 17h; R$ 15 depois 
Chegou a irmã caçula da Desculpa Qualquer Coisa, a “Desculpa à Tarde!”. Nesse rolê, você vai curtir um bom pagode, roda de samba, àquele som ao vivo com banda cheio de calor humano, nada menos do que a gente merece, nénaum? Nas pick ups muita brasilidade raiz, e outras nem tanto, pelas mãos de Renata Corr, que chega pra trazer muita musica brasileira de todas as vertentes do nosso Brasilzão e o melhor, com o público delicioso que a Desculpa tem. A convidada nessa primeira Edição é Dessa Brandão e sua banda que chegam junto no samba e no pagodinho.

Festival do Baixo Augusta
Vale do Anhangabaú
Domingo, 24, das 14h às 23h
Grátis – ingressos esgotados
A banda do bloco Acadêmicos do Baixo Augusta, com Wilson Simoninha e convidados, volta a um palco após dois anos em um evento que também terá a escola de samba Vai-Vai, o bloco Forrozin, de Mariana Aydar, e DJ Set do bloco Lua Vai.

#shows

Mulheres de Chico
Teatro Rival Refit
Quinta, 21, 20h
R$ 50 e R$ 100
Se o carnaval mudou de data, o tradicional baile de máscaras do Mulheres de Chico. O primeiro bloco de mulheres do Brasil completa 16 carnavais em 2022 e quer compartilhar essa alegria com os fãs na famosa “Noite dos Mascarados”. No repertório, as mais queridas canções de Chico Buarque de Holanda, com toda a alegria adiada e guardada pelos tempos de pandemia. Traga sua máscara e venha se emocionar com as Mulheres de Chico.

Phill Veras – Voz e Violão
Teatro Sérgio Cardoso – SP
Dias 23 e 24 de abril, sábado e domingo, às 19h
De R$35 a R$100
O repertório é composto por músicas lançadas durante o período de distanciamento social e reclusão causado pela pandemia da COVID-19. Além de envolver o público com suas músicas mais famosas, como Basta a coragem, Bússola e Estrada, que falam sobre sentimentos, amadurecimentos, paixão e amor, o show conta com a participação especial da atriz e cantora Mayana Neiva.

Monkey Jhayam
Kingston Club – SP
Sábado, 23/04, 18h às 5h
Grátis até 22h
Monkey Jhayam e banda atacam no palco do Kingston nesta semana de Carnaval. Com direção de Marcos Mauricio, a apresentação está cheia de surpresas especialíssimas. Na discotecagem antes e depois do show, os DJs Pikachu, Chade e Ian Valentin.

Carnaval da Bahia – Larissa Alves + DJs
NossaCasa – SP
Sábado, 23, às 21h
R$20 até as 22h após R$35
Nesse sábado carnavalesco fora de época, a NossaCasa abre as portas para o melhor da música baiana. A noite traz show de Larissa Alvez, diretamente de Salvador, com repertório cremoso e dançante. Rolam ainda discotecagens com DJ Obá (BA), entre muitos outros.

#música

Tássia Reis feat. Tulipa Ruiz | Dia bom
Uma das faixas mais deliciosas do quarto álbum de estúdio de Tássia Reis acaba de ganhar videoclipe assinado por Thatiane Almeida. No clima de viagem com amigos, Tássia e sua companheira na faixa, a vencedora do Grammy Latino e poderosa Tulipa Ruiz. Juntas, elas embarcam em uma viagem ao som alegre e positivo da música, encontrando com amigos para celebrar os momentos de pauta, descanso e curtição. Na festa, convidades como Anelis Assumpção, Daniele DaMata, Samira Carvalho, Monna Brutal, Theodoro, Karoline Lima, Vitor Hugo, Vinicius Murilo e o DJdedé3D fazem o registro ficar ainda mais lindo.

Negra Li | Era Uma Vez Liliane
A história de vida e luta de Liliane, a Negra Li, é o tema desta faixa potente e emocionante. O lugar da mulher preta na cultura rap, em meio aos MCs. Ela mostra que sua trajetória é sobre viver  – e sobreviver. O vídeo traz ainda a participação especial dos dois filhos da cantora, Sofia e Noah.

gorduratrans | enterro dos ossos
Após cinco anos sem lançar material inédito, o duo alternativo gorduratrans retorna às atividades e apresenta o single “enterro dos ossos”, presente em seu terceiro álbum da carreira, com lançamento neste semestre pelo selo Balaclava Records. “Enterro dos ossos” trata-se de uma expressão popular no Rio de Janeiro que faz referência ao almoço do dia seguinte à ceia de Natal, à refeição feita dos restos, à festa pós-festa, às sobras do carnaval. É o festejo apesar da miséria, do injusto descaso. É o banquete das sobras.

Rashid | Pílula Vermelha, Pílula Azul
Saber a verdade e compreender o mundo ao redor ou fugir da realidade e se esquivar de questionamentos à sociedade? Na cultura pop, reforçada pelo filme Matrix (1999), a decisão entre esses dois caminhos é representada pela escolha entre uma pílula vermelha e uma pílula azul. Essa é a referência da dualidade vocal inédita na carreira do rapper paulistano. A faixa reúne outras inspirações, que vão de Akira e Blade Runner a Nação Zumbi, e serve de trilha sonora para cenas de um Brasil underground, onde o país é um protagonista em crise.

OUTROEU, Lulu Santos | Praia
Trabalhando em um novo álbum, ainda sem previsão de data de lançamento, a OUTROEU incorpora seu melhor mood praiano, junto com a leveza que só um romance pode ter, para o lançamento da esperada colaboração com Lulu Santos em “Praia”. A faixa inédita, composta por Mike Túlio e Guto Oliveira em parceria com Lulu Santos e Alexandre Favilla, ainda faz parte das comemorações de 40 anos de carreira de Lulu.

Silvério Pessoa | Sangue de Amor
Propondo uma vasta reflexão sobre o paradoxo do sentimento do amor e seus desdobramentos, o cantor e compositor Silvério Pessoa apresenta seu novo álbum, Sangue de Amor, após um hiato de seis anos. O disco, que conta com participações de nomes como Fernanda Takai, Natascha Falcão, Marco Polo (Ave Sangria), Bruna Caram, Paulo Miklos, Aelis Lodo e Ylana Queiroga, estreia no próximo dia 5 de abril nas plataformas de música.

Outros Bárbaros | Interlúdio na Beira do Caos
O supergrupo que reúne músicos experientes do cenário independente acaba de lançar novo álbum, já disponível em todas as plataformas digitais, que surge a partir de uma série de registros pandêmicos que reafirmam o quanto a arte, dia a dia, é capaz de salvar. Com 10 faixas de puro som autoral, que passeiam pelo rock/indie moderno, o disco é diverso e tem produção musical de Alexei Leão.

#cinema

Ecos de 1922 – Modernismo no Cinema Brasileiro 
CCBB Brasília
19 de abril a 8 de maio
Gratuita de terça à sexta e R$ 10 (inteira) aos finais de semana
A maior retrospectiva cinematográfica já feita sobre o tema conta com filmes raros em 35mm e 16mm, e aborda o centenário da Semana de Arte Moderna de forma atual, trazendo um pensamento crítico sobre seu legado na cultura e, especialmente, no cinema brasileiro. Ecos de 1922 traz, aproximadamente, 50 filmes, entre longas, médias e curtas-metragens, num vasto recorte geográfico, temporal e conceitual, que vai de 1922 a 2021, de Roraima ao Paraná. Com curadoria de Aïcha Barat, Diogo Cavour e Feiga Fiszon, as obras escolhidas são atravessadas pelo pensamento dos intelectuais paulistas, como Oswald de Andrade e Mário de Andrade, mas também pensadores e artistas indígenas contemporâneos, como Jaider Esbell e Denilson Baniwa.

#visuais

A tensão – Leandro Erlich
Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
Até 20 de junho
Entrada gratuita – Agendamento através do site e na bilheteria
A exposição tem um nome bastante explícito, “A tensão” (e sonoramente ambíguo: quem não lê pode ouvir “atenção”), revelador de um dos prováveis sentimentos que os visitantes sentirão diante das instalações do artista. Isso porque Erlich trabalha com referências que são, literalmente, “lugares-comuns”, espaços que estamos acostumados a ver no dia a dia, mas deslocados da condição de normalidade. Além da visita presencial, é possível ainda fazer o tour virtual neste link.

—Instalação artística com espelhos cria divertida ilusão de ótica aos visitantes

Vários 22
Arte132 – SP
De 19/3 a 21/5, de segunda a sexta, das 14h às 19h. Sábados, das 11h às 17h
Entrada gratuita
Com curadoria de Lilia Schwarcz, “Vários 22”, convida o público a sair da zona de conforto e refletir sobre ideias enraizadas, em um pioneiro formato expositivo. A mostra reúne 80 trabalhos contemporâneos que propõem um diálogo provocativo sobre ideias enraizadas, produtos de um ecossistema que agrega acadêmicos e modernos de formação e origem europeias.

Vozes da Parede: o testemunho do espaço
Oficina Cultural Oswald de Andrade
23 de março a 12 de abril de 2022
Segundas às sextas-feiras, das 10h às 21h. Sábados, das 11h às 18h
Sessões de performance dias: 25/03, 01/04 e 08/04 (sextas-feiras, 19h); e 26/03, 02/04 e 09/04 (sábados, 15h).
Entrada gratuita

Idealizada coletivamente por um núcleo de artistas em diálogo ao longo de todo o processo de criação, Vozes da Parede exibe obras em diferentes linguagens, como escultura, fotografia, performance, arquitetura, luz e som. As obras investigam narrativas de um corpo que é diluído – desfeito e morto – sob a ação do espaço da casa.

Rodrigo Pivas

Rodrigo Pivas

#literatura

Latíbulo | Escrever é Terapia. Publicar é Coragem.
Os contos de Leonardo Cássio estão reunidos na parte “Latíbulo” do livro, com temas que envolvem família, traumas, experiências espirituais, política e viagem. Thais Polimeni, na parte “Escrever é Terapia. Publicar é Coragem“, apresenta suas crônicas com um olhar empático e reflexivo sobre situações cotidianas, falando sobre amizade, família, viagem, resoluções de Ano Novo, política, religião e futebol. São dois livros em um, que compõe a primeira publicação de contos e crônicas lançado pela Carbono 60, contam ainda com prefácio do escritor Jailson de Almeida, na parte “Latíbulo” e da cronista e dramaturga Andréa Martins na parte “Escrever é Terapia. Publicar é Coragem”.

Literatura afeminada, de Amarildo Felix
Folhas de Relva Edições
Já nas páginas iniciais de Literatura afeminada, o poeta Amarildo Felix anuncia que é preciso “evocar outra espécie de musa”. Como descreverá logo na sequência, a musa que celebra tem “voz grossa e pelo no peito” e também “pele preta”. Mais adiante, num outro momento do livro, Felix declara que é um homem negro, cisgênero e gay, delimitando que, deste lugar, escreve seus poemas de amor, liberdade e denúncia, em busca de um vocabulário que dê conta de sua forma de ser e estar no mundo. Seus versos revelam ainda passagens de erotismo, prazer e sensualidade, em contraponto ao que chama de “amor burguês”, numa crítica ao que descreve como uma trajetória linear e entediante dos afetos.

#cênicas

As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão
Teatro Alfa SP
Até 1º de maio
Sábados, 20h e domingos, 18h.
Plateia: R$ 120 | Balcão: R$ 100 | Ingresso popular: R$ 50
Com texto e letras de Newton Moreno, direção de Sergio Módena e direção musical de Fernanda Maia, este premiado espetáculo é livremente inspirado em depoimentos de mulheres envolvidas no Cangaço e exalta a força feminina. A trama narra a história de um grupo de mulheres que se rebelam contra mecanismos de opressão encontrados dentro do próprio Cangaço, e encontram, umas nas outras, a força para seguir. Além de reflexões sobre o conceito de justiça social que o Cangaço representava, o espetáculo também reflete sobre as forças do feminino nesse espaço de libertação e sobre a ideia de cidadania e heroísmo.

Filhes — da — Pº##@! – T O D A
Teatro Sérgio Cardoso
Quinta e sexta-feira, 21 e 22/04, às 19h
Entrada Gratuita
O Coletivo Calcâneos segue abraçando seus processos artísticos que pautam reflexões críticas performadas como ação política. Dessa vez, para relembrar falas, dores e vulnerabilidades sociais dos que já passaram e daqueles que ainda permanecem aqui, artistas estreiam ‘Filhes — da — Pº##@! – T O D A’ (Filhes da Porra TODA) na , com entradas gratuitas. Nas mesmas datas das apresentações, às 16h, um documentário será disponibilizado nas plataformas digitais do espaço, oferecendo uma experiência que atinge não só a cidade de realização, mas, também, todos os outros cantos do país.

#gastronomia

Virô Bistrô
Clássicos bistrôs franceses e pequenos cafés em diversos países serviram de inspiração para a criação do Virô Bistrô, comandado por Lalo Zanini no Baixo Augusta. O restaurante, cujo nome é marca registrada do restaurateur e fez grande sucesso nos anos 2000, funciona desde fevereiro no imóvel onde o bar Tubaína recebeu por nove anos o público descolado da região. A casa valoriza comida e bebida na mesma medida, oferecendo do almoço ao jantar, sem intervalo, um cardápio casual com preços convidativos, que apresenta receitas mundialmente conhecidas e criações próprias.

u!mano
A gíria paulistana “mano”, bastante usada pra demonstrar proximidade e confiança, serviu de inspiração para o nome deste novo bar na Vila Nova releaseConceição. O u!mano, inaugurado em março de 2022 no ibis Ibirapuera, retrata na decoração e em seu cardápio recheado de receitas tradicionais toda a cultura da metrópole. Na carta oferecida diariamente, caipirinhas caprichadas ganham lugar de destaque. São dez receitas bem brasileiras (R$ 22, com cachaça), como a que leva banana, limão cravo e canela, a preparada com abacaxi, manga e limão ou a de morango e maracujá (foto à direita). Há ainda a Caipi Cuervo, feita com tequila, limão siciliano, angostura, tabasco e alecrim. Gin tônica, dry martini, rabo de galo e outros clássicos que nunca saem de moda completam a lista.

Publicidade

Fotos de destaque:

Alcione por Fabiano Rocha
Orquestra Voadora por Marcelo Valle
Terreirão do Samba por Eduardo Trinta


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Canais Especiais Hypeness