Debate

Igreja Católica anuncia acordo de quase 90 milhões de dólares para indenizar vítimas de abuso sexual por padres

Vitor Paiva - 26/04/2022 às 09:15 | Atualizada em 29/04/2022 às 09:46

A igreja católica dos EUA anunciou o pagamento da maior indenização a vítimas de abusos sexuais cometidos por padres, sacerdotes ou outros membros na história do país: os 87,5 milhões de dólares, equivalentes a cerca de 432 milhões de reais, serão pagos pela Diocese de Camden, em Nova Jersey, a 300 vítimas de abuso. O acordo foi firmado no dia 19 de abril, a partir de um pedido sugerido pela diocese em 2020, e agora precisa ser aprovado pela justiça dos EUA – uma vez confirmado, a quantia será paga em até quatro anos a um fundo, responsável por indenizar as vítimas.

Sede da Diocese de Camden, em Nova Jersey

Sede geral da Diocese de Camden, em Nova Jersey

-Papa emérito Bento XVI, acusado de acobertar abusos na igreja, pede perdão

“Quero expressar minhas sinceras desculpas a todos aqueles que foram afetados por abuso sexual em nossa Diocese. Minhas orações vão para todos os sobreviventes de abuso e prometo meu compromisso contínuo para garantir que esse terrível capítulo na história da Diocese de Camden, Nova Jersey, nunca aconteça novamente”, afirmou o bispo Dennis J. Sullivan, em comunicado. A indenização se refere a abusos ocorridos entre 1950 e 1990, cometidos, segundo o pedido, por 56 padres e 1 diácono “acusados com credibilidade de abusar sexualmente de menores”. Funcionando desde 1937, a Diocese de Camden é composta pelos condados de Atlantic, Camden, Cape May, Cumberland, Gloucester e Salem, no estado de Nova Jersey.

O bispo Dennis J. Sullivan, da Diocese de Camden

O bispo Dennis J. Sullivan, da Diocese de Camden

-Alexandria Ocasio-Cortez revela ter sido vítima de abuso sexual

O acordo representa uma das maiores indenizações já acertadas pela Igreja Católica: desde o início dos anos 2000, somente quatro acertos semelhantes foram fechados por valores superiores a 100 milhões de dólares. Apesar do montante, trata-se, segundo um dos advogados, de um “acordo parcial”, que não exclui a possibilidade das vítimas procurarem a justiça contra, por exemplo, as seguradoras que representam a diocese e que se recusaram, segundo o advogado, a “cumprir suas obrigações”. A diocese atende a uma população de de mais de 486 mil pessoas entre os condados da região, e a maioria dos crimes a que se refere o acordo foi cometida entre a década de 1970 e 1980.

Catedral da Imaculada Conceição, em Camden, que pertence à diocese em questão

Catedral da Imaculada Conceição, em Camden, que pertence à diocese em questão

-Vaticano é contra união homoafetiva porque ‘Deus não abençoa pecado’

Se o valor for aprovado, será a maior indenização já paga por denúncias de abuso pela Igreja Católica nos EUA – em 2003, acusações semelhantes referentes às igrejas na região de Boston levaram a um acordo de 85 milhões de dólares, equivalentes a cerca de 419 milhões de reais. Em 2019, 180 padres foram listados como acusados de cometer abusos sexuais contra menores por cinco igrejas da região de Nova Jersey – muitos padres foram expulsos ou já tinham morrido quando as acusações foram reveladas. “A Diocese de Camden, Nova Jersey, está satisfeita que o processo de mediação tenha levado a um acordo”, concluiu o bispo local.

Interior da igreja de São José, em Nova Jersey, decorado para o natal

Interior da igreja de São José, em Nova Jersey, decorado para o natal

Publicidade

© fotos 1, 3, 4: Wikimedia Commons

© foto 2: Diocese de Camden/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness