Debate

Kinder Ovo: Brasil quer detalhes sobre segurança de chocolate após casos de salmonela na Europa

Vitor Paiva - 20/04/2022 às 09:12

Após um pedido de recall retirar das prateleiras de toda a Europa os produtos Kinder Surprise, correspondentes no continente aos chocolates Kinder Ovo, por possível conexão com um surto de casos de salmonella, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, convocou a empresa Ferrero do Brasil a esclarecer possíveis riscos de contaminação dos produtos no mercado brasileiro.

Os primeiros pacientes foram registrados no início de janeiro, com a provável origem localizada no consumo de itens vindos de uma fábrica em Arlon, na Bélgica, mas o surto já registra em diversos países mais de cem casos de intoxicação por Salmonella Typhimurium: a Senacon determinou que a Ferrero formalize o recolhimento do chocolate no Brasil ou esclareça as medidas adotadas pela empresa para evitar a infecção no país.

Os produtos Kinder Surprise são equivalentes, na Europa, ao Kinder Ovo brasileiro

Os produtos Kinder Surprise são equivalentes, na Europa, ao Kinder Ovo brasileiro

-Mais de mil ratos são encontrados em centro de distribuição de loja nos EUA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu o alerta internacional divulgado pela Rede Internacional de Autoridades de Segurança Alimentar (Infosan) sobre o surto, registrado inicialmente em crianças no Reino Unido mas já confirmados na Áustria, Irlanda, Bélgica, França, Alemanha, Luxemburgo, Holanda, Noruega, Espanha e Suécia.

Após o aviso, a Anvisa imediatamente proibiu a importação de produtos da marca Kinder vindos da Bélgica como medida preventiva: o Brasil não está entre os destinos de importação dos produtos belgas, e a fabricação dos produtos da marca comercializados por aqui não ocorrem no mesmo local, vindos de fábricas localizadas na América do Sul.

A fábrica da Ferrero, em Arlon, na Bélgica, de onde os prováveis produtos contaminados vieram

A fábrica da Ferrero, em Arlon, na Bélgica, de onde os prováveis produtos contaminados vieram

-UnB recebe denúncias de insetos e plástico em marmitas para estudantes de baixa renda

Segundo comunicado da Kinder, as atividades na fábrica em Arlon foram suspensas, e o recall europeu se refere somente aos produtos fabricados no local.

“Todos os outros produtos da linha Kinder e os outros produtos da Ferrero não foram afetados”, diz o texto, que confirma que o Brasil não está envolvido no recolhimento dos chocolates fabricados na Bélgica.

“Lamentamos profundamente esta situação. A segurança alimentar, a qualidade e o cuidado estão em nossa essência desde a fundação da empresa. Este sério evento atinge o cerne do que defendemos e tomaremos todas as medidas necessárias para preservar a total confiança de nossos consumidores”, afirma o comunicado.

Diversos produtos da linha Kinder Surprise foram recolhidos em vários países do continente europeu

Diversos produtos da linha Kinder Surprise foram recolhidos em vários países do continente

-Cientistas descobrem doença que dizimou população asteca após cinco séculos de mistério

Os produtos que eram fabricados no local são Kinder Surprise, Kinder Schokobons, Kinder Mix Peluche, Kinder Mix Advent Calendar, Kinder Mini Eggs Hazelnut, Kinder Mini Eggs e Kinder Happy Moments, incluindo as diversas variações de peso e sabor de cada uma dessas linhas.

Apesar do Brasil não estar entre os destinos de importação dos produtos oriundos da fábrica belga, e da empresa ter afirmado estar em comunicação direta com a Anvisa para esclarecimentos e novas informações sobre o caso, a agência recomendou, também como medida preventiva, que os consumidores que forem adquirir produtos da marca Kinder observem as informações nos rótulos dos produtos, para confirmar que a fabricação não está ligada à fábrica em Arlon.

Os produtos Kinder atraem especialmente o público infantil pelo chocolate e os brinquedos

Os produtos Kinder atraem especialmente o público infantil pelo chocolate e os brinquedos

-Por que você deveria pensar duas vezes antes de beber café ou chá no avião

A salmonella é uma bactéria que pode provocar a salmonelose, infecção popularmente conhecida como intoxicação alimentar. O contágio pode acontecer através de alimentos contaminados, mas também por leite não pasteurizado, pela água ou mesmo de pessoa para pessoa, e por isso a higiene é fundamental, principalmente no contato com pessoas afetadas e na hora de cozinhar.

A maioria dos casos apresenta sintomas leves, mas a doença pode provocar dor de cabeça, febre, cólicas estomacais, diarreia, náuseas, cansaço e vômitos, podendo, em quadros raros e mais extremos especialmente entre crianças pequenas, idosos ou pessoas com sistema imunológico deficiente, exigir internação e até mesmo levar a óbito.

Publicidade

© foto 1: Shutterstock

© foto 2: Ferrero EU Affairs/Twitter/reprodução

© foto 3: Flickr/CC

© foto 4: Wikimedia Commons


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness