Debate

Musa do Carnaval, Gabriela Prioli repete estereótipo do samba ao afirmar imagem de intelectual

Redação Hypeness - 20/04/2022 às 12:33 | Atualizada em 25/04/2022 às 14:27

A mestra em direito Gabriela Prioli foi convidada pela Brahma para ser a musa do Camarote Nº1 na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro.

A influenciadora digital que ficou conhecida após aparições em programas de debate na CNN deu uma entrevista para o UOL afirmando que está “desconstruindo estereótipos”.

Gabriela Prioli alega que quebra estereótipo por ser diplomada e ser musa no Carnaval; advogada invisibiliza intelectuais que pensam e fazem maior festa popular do brasil há décadas (Foto: Renato Wrobel)

A advogada e comentarista política declarou ao veículo que está quebrando um tabu por ser uma mulher intelectual no espaço do Carnaval e de musa.

“Vejo como uma chance de desconstruir estereótipos. Afinal, por que a musa não pode ser uma intelectual? Por qual razão eu não posso trabalhar com a imagem e, também, com o conteúdo? Essa divisão só atrapalha. A maioria das grandes mulheres que conheço ocupam muito bem todos esses espaços. Talvez essas mulheres que todo mundo sempre olhou apenas como ‘imagem’ só não tenham tido a chance de se apresentarem além dela. E aí todo mundo perde”, disse Prioli em entrevista ao site UOL.

Leia: Escolas de samba: você sabe quais são as agremiações mais antigas do Brasil?

Ela reforçou sua formação acadêmica pela Universidade de São Paulo. “Vou desfilar cheia de brilho e com meus looks de carnaval sabendo que meu diploma de Mestrado pela USP continua válido e que meu livro segue na lista dos mais vendidos. Tenho segurança suficiente para me colocar nesse lugar que perturba preconceitos. E, cá entre nós: gosto disso!”, completou a advogada.

Que estereótipo é esse, Prioli?

Contudo, o estereótipo de “mulher intelectual” no Carnaval já não existe há muito tempo. Neste ano, cientistas sociais, dentistas, médicas, geógrafas e economistas. Inclusive, muitas delas estarão na academia nesse ano:

O Carnaval é um espaço de intelectualidade desde as suas origens e sempre será. E mulheres negras carregam a alma e as ideias do Carnaval dentro da avenida e dentro das quadras de escola de samba.

A fala de Prioli foi criticada nas redes sociais:

Leia também: Carnaval: o que esperar dos desfiles na Sapucaí e no Anhembi

Publicidade

Fotos: Renato Wrobel


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness