Reverb

Sinestesia: entenda condição neurológica que faz cantora ver cores ao ouvir música

Roanna Azevedo - 06/04/2022 às 18:26 | Atualizada em 10/04/2022 às 19:55

Uma “paleta de cores na cabeça”. É assim que a cantora britânica Tamera descreve o que sente todas as vezes em que ouve música. Essa capacidade se chama sinestesia, uma condição que se caracteriza pela fusão dos sentidos e, consequentemente, impossibilidade de experiencia-los de maneira separada.

Artista usa sinestesia para pintar as músicas que ouve e criar telas impressionantes

“Quando ouço R&B, geralmente vejo azuis e roxos profundos, verde esmeralda. Quando estou ouvindo Afrobeat, vejo (tons de) laranja, como laranja queimado, amarelo e verde-limão bem brilhante”, contou a artista, que foi finalista do programa The X-Factor no ano de 2013, em entrevista à rádio Newsbeat, da BBC.

A cantora e compositora britânica Tamera enxerga cores quando ouve música.

Para Tamera, sua habilidade sinestésica a ajuda muito na composição de novas músicas. “É uma ferramenta que eu uso para me ajudar a escrever músicas há bastante tempo (…). Isso sempre foi normal pra mim.” A cantora também explicou que, além de sentir cores quando escuta sons, também consegue ver cenas inteiras, como se fossem de um filme.

Entrevista Hypeness com John Bramblitt, o artista cego que se inspira em sons para pintar e criou uma obra exclusiva pra o Rock in Rio

Em seu último trabalho, o EP Afrodite, Tamera foi diretamente influenciada pela condição sinestésica que tem. “As cores ao redor de todos os singles são vermelho, laranja e marrom — e isso foi 100% proposital porque era isso que eu estava vendo o tempo todo enquanto escrevia o projeto”, revelou.

O que é sinestesia?

A sinestesia é uma condição neurológica que afeta a percepção e o processamento dos cinco sentidos, fazendo com que o estímulo de um deles provoque reações em outro. O resultado é uma mistura sensorial entre paladar, visão, olfato, audição e tato. Diferentemente do que muitos podem pensar, não é considerado doença, mas algo que acontece de forma involuntária.

Brian Eno cria vitrola que mistura luz e som no ato de ouvir música

Mas como ocorre a sinestesia? É simples: enquanto o cérebro da maior parte das pessoas processa estímulos externos paralelamente, o dos sinestetas sobrepõe esses estímulos. Isso significa que sons, visões, sabores, cheiros e toques, que seguiriam trilhas diferentes, acabam se cruzando em um mesmo “caminho” e, por isso, se misturam.

A sinestesia não é uma doença, mas uma condição neurológica.

Estudos apontam que a condição afeta aproximadamente 4% da população mundial. Essa parcela costuma apresentar um imaginário visual mais desenvolvido e menos problemas de memória. Cerca de 61 tipos de sinestesia já foram formalmente catalogados até agora.

Publicidade

Foto 1: Arquivo pessoal

Foto 2: colnihko/Getty Images


Roanna Azevedo
Diretamente da zona norte do Rio, é jornalista por profissão e curiosa por conta própria. Ama escrever sobre cinema e o universo do entretenimento há mais de dois anos. Tem paixão por tudo que envolve cultura, música, arte e comportamento, além de ficar sempre ligada no que rola no mundinho da comunicação nas redes sociais.

Canais Especiais Hypeness

Especiais