Arte

Vídeo no TikTok revela segredo da troca de roupa da Mangueira que encantou o Carnaval

Vitor Paiva - 29/04/2022 às 09:35

A Estação Primeira de Mangueira alcançou a sétima colocação no carnaval 2022, mas uma das atrações do desfile causou espanto e encanto entre o público e os juízes: a troca de roupas “mágica” realizada pela Comissão de Frente, e um vídeo publicado no TikTok revelou o “segredo” do “efeito especial” protagonizado pelos artistas da verde e rosa. Na cena, a troca de roupas acontece de forma instantânea, fazendo “aparecer” em um segundo um terno nas cores da escola – mas como o impressionante “truque” foi afinal realizado?

O ator e coreógrafo Victor Maia, movendo as engrenagens da coreografia dentro do carro

O ator e coreógrafo Victor Maia, movendo as engrenagens da coreografia dentro do carro

O detalhe do compartimento aberto por onde a roupa era puxada

O detalhe do compartimento aberto por onde a roupa era puxada

Foi a Grande Rio quem fez história no Carnaval de 2022, conquistando o título ao celebrar na avenida o orixá Exu, guardião da comunicação, fundamental para a mitologia do Candomblé, mas o momento especial, protagonizado pela comissão de frente da verde e rosa, foi também inesquecível, emocionando a todos que assistiram. O vídeo, publicado pelo ator e coreógrafo Victor Maia, que há 11 anos trabalha como bailarino em comissões de frente nos desfiles cariocas, foi filmado do lado de dentro do carro, nas engrenagens do veículo no qual os bailarinos subiam para realizar o “truque”. Abaixo, o vídeo publicado por Maia, e em seguida outro publicado no Youtube, mostrando o efeito na avenida.

O vídeo revela que, nos bastidores, o que se fazia era também uma precisa e bela coreografia para que a troca de roupas “mágica” acontecesse com sucesso. De dentro do carro, um grupo de pessoas abre ao mesmo tempo uma série de compartimentos, para puxar em perfeita sincronia a roupa de cima dos bailarinos que, dançando do lado de fora, revelam-se vestindo as cores da escola nas roupas que “aparecem” – em uma espécie de efeito ilusionista que impressionou a todos os presentes na Marquês de Sapucaí.

Segundo Maia revelou em entrevistas, para alcançar a perfeição os ensaios eram diários e extremos, ocorrendo em horários no meio da madrugada, para que todos estivessem prontos para a hora da avenida – como estavam: as marcações eram cantadas e contadas, dentro do carro, para que todos realizassem seus movimentos em tempo exato. A Mangueira homenageou em seu desfile o compositor Cartola, o cantor Jamelão e o ritmista e mestre-sala Delegado, três ícones da história da escola e do próprio samba.

O momento em que a roupa é puxada para dentro do carro

O momento em que a roupa é puxada para dentro do carro

A alegria do coreógrafo em fazer funcionar a comissão de frente da escola

A alegria do coreógrafo em fazer funcionar a comissão de frente da escola

Publicidade

© fotos: TikTok/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness