Viagem

A estrada sobre o gelo que proíbe o cinto de segurança, na Estônia

Yuri Ferreira - 09/05/2022 às 10:15 | Atualizada em 11/05/2022 às 10:37

Quando a maioria dos brasileiros ouve o nome do país Estônia, pensamos em muito, muito frio. E essa concepção não está assim tão errada.

Algo que não é lá muito conhecido sobre o país é a grande quantidade de ilhas que estão sob comando o governo estoniano. São mais de 1500 ilhas e ilhéus no território.

Imagens mostram carros andando em estrada de gelo na Estônia; rotas eram utilizadas por povos germânicos durante a idade média e seguem no mapa até hoje

Durante os meses de inverno, o mar que conecta as ilhas acaba congelando. E no meio do oceano congelado se formam diversas estradas, como a Rohuküla-Heltermaa, mais famosa via estoniana sobre gelo com 23 quil^meros.

– A praia na Estônia que se formou em volta das ruínas submersas de uma antiga prisão

Por lá, você pode cruzar de carro o mar de forma legal. Velocidades de até 70 quilômetros são permitidas e as vias são consideras extremamente estáveis.

O uso de cinto de segurança é proibido para evitar que, em caso de derretimento do gelo, os passageiros consigam sair rápido do carro.

Para evitar acidentes, é autorizado que um carro atravesse a estrada a cada dois minutos. Dessa forma, os carros possuem um distanciamento suficiente para que não batam ou afundem no Mar Báltico.

Leia também: Após eleição online, distrito da Estônia adota bandeira com folha de maconha

“Em um dia de sol como este, a vista é deslumbrante. Um deserto de branco brilhante se estende em todas as direções. Pequenas ilhas pontilhadas ao redor da baía aparecem como oásis no horizonte”, descreveu o jornalista Joel Atlas em texto para a BBC.

Essas rotas são utilizadas desde o século XIII por germânicos e poloneses para fins comerciais e militares. Hoje, elas são consideradas essenciais para a logística do país. Em tempos de verão, os trajetos são substituídos pelas balsas.

Publicidade

Fotos: VisitEstonia sob licença Creative Commons


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness.

Canais Especiais Hypeness