Debate

Abusador torturou namorada em cativeiro por 3 dias em Copacabana: ‘É agora ou vou morrer’

Redação Hypeness - 05/05/2022 às 16:18 | Atualizada em 05/05/2022 às 16:36

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu Fred Henrique Lima, acusado de agredir, torturar e manter em cárcere privado sua namorada, a jornalista Ana Luiza.

As autoridades do 12º DP, de Copacabana, foram responsáveis pela prisão do agressor. Ele se manteve calado durante todo seu depoimento.

Vítima foi duramente agredida e torturada psicologicamente; ela já havia sido vítima de violência doméstica na virada do ano

De acordo com o relato de Ana Luiza, Fred a manteve em cárcere privado por três dias e a agrediu de diversas formas. Ela afirma que o abusador quebrou sua mandíbula.

– Estupros e agressões: ex relata denúncias de violência doméstica contra ex-secretário de Justiça de Pernambuco

“É agora ou vou morrer”

Ana Luiza teve que colocar uma prótese de titânio para corrigir seu rosto. A vítima também alega que precisou fugir. No dia 29 de abril, ela foi à Delegacia de Copacabana para nunciar o agressor.

“Eu reagi. A gente às vezes dá um ‘start’ na nossa vida e não podemos perder tempo. Então, pensei: ‘É agora ou vou morrer’. E eu ia morrer. Poderia ter infecionado minha mandíbula. A fratura poderia ter pego a veia. Se eu continuasse lá, iria morrer. A mulher deve ser respeitada, amada, cuidada”, contou ela ao G1.

Leia: Duda Reis critica ‘síndrome de louca’ que atinge mulheres que denunciam violência doméstica

A vítima relatou que a violência foi baseada em uma mentira. “Foi ciúme, misturado com loucura. Ele cria histórias na cabeça dele – falou que tinha clonado meu celular. Ele inventou um motivo e partiu para cima de mim – está aqui o resultado. Estou com uma mandíbula de titânio, estou torta”, completou.

De acordo com o depoimento de Ana, Fred já havia a agredido durante o feriado de Ano Novo. Ela afirmou que o comportamento ciumento e manipulador do namorado havia se intensificado nos últimos meses.

Na busca e apreensão feitas na casa do agressor, a Polícia encontrou um soco inglês e um bastão retrátil. Ambos os objetos foram usados como arma para a tortura da jornalista.

Fred Henrique Lima Moreira foi preso pela Polícia Civil; morador de Copacabana tem diversas passagens pela Polícia

O abusador é fichado criminalmente por violência doméstica, tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo, ameaça e resistência.

“Na sexta-feira (29), a Ana compareceu à delegacia com muitos sinais evidentes de lesões corporais – principalmente na região da face. Ela informou que, durante esses três dias, o Fred a manteve em cárcere privado e a espancou várias vezes. Além da agressão física, ela também foi submetida a tortura psicológica”, disse a delegada Natacha Oliveira.

Publicidade

Fotos: Reprodução/TV Globo


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness