Arte

Agenda Hype: Bourbon Festival, Rio de Violas, Cultura de Boteco e 22 boas dicas culturais da semana

18 • 05 • 2022 às 12:44
Atualizada em 19 • 05 • 2022 às 10:34
Gabriela Rassy
Gabriela Rassy   Redatora Jornalista enraizada na cultura, caçadora de tendências, arte e conexões no Brasil e no mundo. Especializada em jornalismo cultural, já passou pela Revista Bravo! e pelo Itaú Cultural até chegar ao Catraca Livre, onde foi responsável pelo conteúdo em agenda cultural de mais de 8 capitais brasileiras por 6 anos. Roteirizou vídeo cases para Rock In Rio Academy, HSM e Quero Passagem, neste último atuando ainda como produtora e apresentadora em guias turísticos. Há quase 3 anos dá luz às tendências e narrativas culturais feministas e rompedoras de fronteiras no Hypeness. Trabalha em formatos multimídia fazendo cobertura de festivais, como SXSW, Parada do Orgulho LGBT de SP, Rock In Rio e LoollaPalooza, além de produzir roteiros, reportagens e vídeos.

O inverno deu as caras e nesse frio só comidas quentinhas, boa música e muita arte para aquecer nossos corações. Já um clássico da época, o Bourbon Festival faz sua 12ª edição ocupando a cidade histórica de Paraty com grandes nomes do jazz em shows nacionais e internacionais. Destaque para a Orquestra Sinfonica de Paraty, que apresenta temas de Tom Jobim, Tim Maia e Chiquinha Gonzaga; além dos shows de João Bosco, John Pizzarelli, Delfeayo Marsalis, Toninho Horta, Vasti Jackson e o Favela Brass.

Nesta semana acontece ainda o Rio de Violas: 4° Encontro de Violeiros do Rio de Janeiro, que reúne shows, oficinas, feira de “quitutes e belezuras” e muito mais. Por falar em quitutes, quem estiver em SP não pode perder o Festival Cultura de Boteco, com oito conhecidos bares oferecendo petiscos a preços especiais.

De qualquer lugar do Brasil vale acompanhar o Palco Ultra, online e de graça, com Tuyo e Luedji Luna, Pretinho da Serrinha e Curumin, FBC & Vhoor, Tasha e Tracie, além de muitos outros novos artistas da cena musical. Presencialmente, a boa é o show da Lamparina no Cine Joia e de Illy e Raquel Reis na Casa Natura Musical.

Vem na minha!

#eventos

Palco Ultra 2022
UN Music no YouTube
17 e 18 de maio, a partir das 19h
Online e grátis
O Palco Ultra foi pensado para fomentar conexões, sejam elas entre os artistas que compõem o line-up ou entre os diversos públicos que atravessam o país. Unindo nomes em constante ascensão na cena musical aqueles que estão começando, o festival mineiro dá início à sua sétima edição, em formato online. Tuyo e Luedji Luna, Carla Sceno e BNegão, Clarissa, Clara x Sofia, Nobat, Pretinho da Serrinha e Curumin se apresentam no primeiro dia de evento. Já o segundo dia contará com performances de FBC & Vhoor, Tasha e Tracie, Fenda, Kdu dos Anjos, Lirios, Jean Tassy e Ruby.

Bourbon Festival Paraty
Cidade Histórica de Paraty
Dias 20, 21 e 22 de maio – Sexta a domingo
Grátis
A 12ª edição do evento reforça integração com músicos locais e profissionais da cidade histórica de Paraty, trazendo nomes importantes como a Orquestra Sinfonica de Paraty, que  apresenta no repertório temas de Tom Jobim, Tim Maia e Chiquinha Gonzaga; João Bosco, John Pizzarelli, Delfeayo Marsalis, Toninho Horta e Vasti Jackson para os palcos, praias e diversos locais, sempre com a vista perfeita da cidade. Outra participação bacana é a do grupo Favela Brass, que surgiu do projeto carioca que selecionou 14 promissores adolescentes das comunidades para uma formação com metais no melhor estilo da música de New Orleans. Os DJs Crizz, Leo Lucas e o internacional Dub Tropico farão a animação das festas durante o evento. Além dos tradicionais palcos Matriz e Santa Rita, o Jazz na Kombi ocupa as praias do Pontal, Trindade e Jabaquara com apresentações.

Illy e Reis
Casa Natura
Dia 19 de maio, quinta-feira, 21h. 
Ingressos à venda pelo Sympla
As cantoras Illy e Rachel Reis, vozes de destaque na cena musical da Bahia, lançaram em 2021 o ijexá moderno Me Veja. A parceria agora chega aos palcos em um show na Casa Natura Musical cheio de swing, com sucessos das duas artistas.

Rio de Violas: 4° Encontro de Violeiros do Rio de Janeiro
Centro da Música Carioca Artur da Távola
20, 21 e 22 de maio, sexta 19h; sábado 14h às 20h; domingo 11h às 18h30
Grátis
A edição deste ano acontece de 16 a 22 de maio, em uma verdadeira celebração da viola, instrumento brasileiríssimo por excelência. Com uma programação de shows, palco aberto, feira de “quitutes e belezuras”, roda de viola e oficina voltada para o instrumento. Na sexta, às 19h, o evento estreia com o show Rio de Violas, reunindo dez violeiros, como Abel Luiz, Andréa Carneiro, Daniel Ganc, Josefa Bonna, Olívio Bonna, entre outros. No dia seguinte, sábado, a programação começa às 14h com a Folia de Reis Sagrada Família da Mangueira. Na sequência, Almir Côrtes e André Grabois, Ednaldo Santos e Miguel Bezerra, Laís de Assis, Os Caiçaras e encerrando o dia, Pereira da Viola (foto), grande referência da cena violeira no Brasil. No domingo, último dia de festival, o evento começa às 11h e conta com Bruno Reis e Ivana Reis no show “No Tom da Viola”. Em seguida, uma roda será realizada nos jardins do Centro da Música Carioca. Na sequência, o show infantil Quintal Mágico e o palco aberto. Para fechar mais uma edição do Encontro de Violeiros do RJ, um show nos jardins do Centro da Música Carioca Artur da Távola com a Orquestra de Violas Caipirando, às 18h30.

Pereira da Viola por Elcio Paraiso

Pereira da Viola por Elcio Paraiso

Lamparina
Cine Joia
Sexta, 20 de maio, 21h
A partir de R$ 40
Esse será o primeiro show da banda na capital paulista desde a participação no festival Lollapalooza 2022. Marina (vocal), Coto Delamarque (guitarra e vocal), Calvin Delamarque (baixo), Stênio Ribeiro (guitarra), Fabiano Carvalho (percussão e efeitos) e Thiago Groove (bateria) prometem emocionar o público paulistano com um setlist baseado no repertório mais novo com “Feitiço”, “No Stress” e “Zam Zam”, entre outras, mas sem deixar de fora hits que alavancaram a carreira da banda, como “Conversa Fiada” e “Não Me Entrego Pros Caretas”

Festival Cultura de Boteco
Rooftop Shopping Light – Centro Histórico de São Paulo
Sábado, 21, das 12h às 21h
Entrada gratuita
Terceiro evento da quinta temporada do projeto reúne oito conhecidos bares de São Paulo. Marcam presença o Abaru, comandado pelo chef paraibano Onildo Rocha no terraço do Shopping Light; o Fôrno, que faz sucesso na região central com suas criações com pastrami; o Miquelina Focacceria, que oferece na Vila Leopoldina suas pinsas, espécie de pizza romana; o Cannoli do Calimano, que, como o nome sugere, é especialista em cannoli; o Carlinhos Restaurante, com seu inimitável arais de carne e de queijo; o Dr. Costela, famoso por seus assados; o Rota do Acarajé, conhecido pela qualidade de seu bolinho que dá nome à casa; e o Hilda Botequim, que serve receitas regionais na Vila Ipojuca (Lapa). Para embalar o dia dedicado à botecagem, DJs e duas atrações ao vivo completam a programação do sábado. Uma é o grupo Mano Unica, que recebe a cantora paulistana Fabiana Cozza para celebrar a música popular brasileira. Outra, a banda Santa Jam Vó Alberta, um projeto de influências musicais que passeiam pelos blues, country e folk-rock.

1º Festival Literário e Cultural
Itu (SP)
De 19 a 22 de maio
Grátis
A histórica Itu será transformada num pólo de manifestações artísticas, literárias e culturais, a partir da Festa Literária e Cultural de Itu (Flic), que ocupa espaços como a Praça da Independência (Praça do Carmo), o Museu de Energia e o Colégio Anglo, com bate-papos com escritores contemporâneos, feira de livros, exposições, contação de histórias, shows musicais, oficinas, cinema, fotografia e muito mais. Em formato presencial, evento ocorre pela primeira vez e reúne nomes como Eduardo Suplicy, Mel Duarte, Monique Malcher, Giovana Madalosso entre outros.

#música

Raça Negra | O Mundo Canta Raça Negra Volume 1
O novo álbum chega com oito faixas, entre antigos sucessos e novidades, e já está disponível em todas as plataformas de áudio pela Som Livre. A música de trabalho escolhida para esta primeira parte do lançamento é a inédita e romântica “Inquilino”, traz ainda a parceria com o cantor Tierry.

Rachel Reis, Zamba, Cuper feat. Fredinho o Louco | Maresia
O hit que levou Raquel Reis para as paradas de sucesso pelo Brasil ganhou videoclipe! A faixa produzida por Cuper e Zamba, com participação de Fredinho, o Louco, responsável por dar visibilidade à jovem artista de Feira de Santana, mostra um homem apaixonado pelo seu barco que vive as experiências e sensações do próprio estado de maresia. Energia do mar, embalo das águas e serenidade estão no lançamento.

Gabi da Pele Preta
A cantora de Caruaru, Pernambuco, lança o seu primeiro EP, que leva seu nome no título. Integrante de uma geração de artistas pernambucanos talentosos, Gabi faz sua estreia fonográfica depois de projetos no teatro, no cinema e sobretudo da experiência de cantar na noite. Mais do que uma estreia, o EP é um manifesto no qual Gabi canta 4 canções inéditas compostas por mulheres, com letras fortes que retratam o engajamento social da artista, trazendo à tona debates sobre gênero, raça e classe social.

RAYA | Cabeça Sideral
Após a ensolarada ‘Os Corpos não são iguais’, música de estreia da cantora e compositora carioca Paula Raia (a metade do duo Tuim) sob o projeto RAYA, entra em cena a noturna ‘Cabeça Sideral’, com participação de Mariana Volker, que chega ao streaming pelo selo Toca Discos em 17 de maio, o Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia. E não por mera coincidência: o novo single reflete sobre questões conjugais em um mundo idealmente livre e desprendido de valores arcaicos, no entanto, enraizados há séculos na sociedade.

#cinema

A Felicidade das Coisas
Premiada curta-metragista, diretora de filmes como “L” e “Os Irmãos Mai”, Thais Fujinaga estreia na direção de longas com A Felicidade das Coisas, que ganhou o prêmio da Associação Brasileira de Críticos de Cinema, a Abraccine, na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo de 2021, e também o prêmio de roteiro e atriz coadjuvante (Magali Biff), no FestCine Aruanda, também do ano passado. Fujinaga classifica o filme como fruto da combinação entre lembranças de sua infância e imaginação. O roteiro, assinado pela diretora, faz analogias entre os acontecimentos mais concretos do filme com a situação do Brasil num delicado momento de impacto político. Estreia em 19/5 nos cinemas.

Miss França
Conhecido por “A Gaiola Dourada”, o ator e cineasta luso-francês Ruben Alves encontra em “Miss França” um material farto para discutir questões extremamente contemporâneas: as de gênero. O filme é protagonizado por Alexandre Wetter, jovem modelo da Jean-Paul Gaultier, que, se valendo de sua androginia, interpreta aqui Alex, um jovem não binário, decidido a vencer o concurso de beleza Miss França. Por esse trabalho, o ator estreante foi indicado ao César, em 2021, como revelação masculina mais promissora. Estreia em 19/5 nos cinemas.

#visuais

Rostos Indígenas: retratos por Graça Arnús
Museu Casa Mário de Andrade (SP)
Até o final de junho, de terça a domingo, das 10h às 18h
Grátis
Com uma programação voltada também para as questões dos povos originários, a exposição da artista plástica Graça Arnús traz 15 obras produzidas a partir das viagens aos estados da Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco e Tocantins. Nesses territórios ela apurou o olhar na diversidade cultural de diferentes etnias indígenas.

#cênicas

Donna Summer Musical
Auditório Ibirapuera
Até 19 de junho
Sextas, às 16h e às 21h; sábados, às 17h e às 20h; e domingos, às 16h e às 19h
R$ 37,50 a R$ 240
Com direção geral de Miguel Falabella e direção musical de Carlos Bauzys, o musical retrata a vida eletrizante da diva, seus amores tempestuosos e hits planetários que a fizeram uma das mais importantes personalidades da história da música mundial, mostrando três fases de sua trajetória: Jovem Donna, na juventude, Disco Donna no auge do sucesso e Diva Donna, nos seus 50 anos e ainda no topo de sua carreira.

Diabinho e outras peças curtas de Caryl Churchill
De 15 de abril a 5 de junho
Teatro do MASP – Av. Paulista 1578
Sextas e sábados às 20h30 e domingos às 19h
Ingressos: 1kg de alimento não perecível
São quatro peças curtas de humor ácido. A primeira montagem da peça estreou em 2019 no Royal Court Theatre, em Londres, e essa é a primeira tradução e montagem desses textos no Brasil. Caryl, uma das maiores dramaturgas do teatro inglês, aborda a banalidade do mal, tema que nunca pareceu tão atual no nosso cenário político brasileiro e mundial.

Diabinho e outras peças curtas de Caryl Churchill por Helena Wolferson

“Diabinho e outras peças curtas de Caryl Churchill”, por Helena Wolferson

Rocketman In Concert
Teatro Riachuelo
21 de maio | Sábado às 20h
Plateia VIP R$90 | Plateia e Balcão Nobre R$70 | Balcão Simples R$50
A OSRJ – Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro está de volta com a belíssima apresentação em homenagem ao compositor inglês Sir Elton John, dono de uma extensa obra musical registrada em uma discografia que inclui mais de quarenta títulos. Sucessos presentes no filme “Rocketman” e grandes hits da carreira do artista estarão no programa, como: Goodbye Yellow Brick Road, Rocketman, Your Song, Crocodile Rock, Tiny Dancer, Don’t Let The Sun Go Down On Me, Skyline Pigeon, Border Song entre outras canções. O maestro Rafael Barros Castro, assina a direção artística, os arranjos, e rege o espetáculo, que contará ainda com a participação da cantora inglesa Rowena Jameson.

Ciclos, curvas e outras perspectivas
Centro Cultural São Paulo | CCSP
21 e 22 de maio, às 20h
Grátis
A Cia Discípulos do Ritmo, após 23 anos de estrada, passou a contar com mais integrantes femininas em seu elenco. A partir deste movimento, traz também para o próximo espetáculo apenas mulheres em toda sua composição, equipe técnica, artística e operacional. Andrea Pivatto, do Grupo Divinadança, assume a concepção da obra e a direção cênica em parceria e troca com Frank Ejara. A posição que as mulheres ocuparam, ocupam e ocuparão forma o centro dessa obra.

Cia Discípulos do Ritmo por Lua Santana

Terra de Matadouros
Centro Cultural São Paulo
Sábado e domingo, 21 e 22 de maio
Grátis
Com uma crítica ao sistema capitalista em ruínas, o espetáculo da Brava Companhia estreia temporada gratuita. A peça, dirigida e adaptada por Fábio Resende, é livremente inspirada no texto “Santa Joana dos Matadouros”, do dramaturgo alemão Bertolt Brecht (1898-1956). Em cena, Ademir de Almeida, Elis Martins, José Adeir, Márcio Rodrigues, Max Raimundo e Paula da Pazse revezam na interpretação de dezenas de personagens, na operação técnica e na execução de músicas originais, que são tocadas e cantadas ao vivo. A peça é estruturada sem coxias, ou seja, todo o jogo cênico acontece aos olhos do público.

Cordel Viajante, do Núcleo Artístico Forró do Candeeiro
Teatro Paulo Eiró – SP
Domingo, 22 de maio, às 19h
Ingressos gratuitos – retirada 1 hora antes na bilheteria
A diversidade da cultura popular nordestina é celebrada neste espetáculo musical do Núcleo Artístico Forró do Candeeiro. Com texto do poeta e escritor baiano Marco Haurélio e direção de Raul Figueiredo, o trabalho une forró, baião, xaxado, galope, rastapé e canções juninas à poesia de cordel e à xilogravura, com repertório baseado em canções de Gonzagão, Dominguinhos, Sivuca, Trio Nordestino, Gil, Zé Dantas, Antônio Barros, Assissão e Humberto Teixeira. Na trama, o público conhece Juarez, o protagonista da história, interpretado pela atriz Rosa Piscioneri. Ele parte em uma jornada de volta ao sertão nordestino para reencontrar sua amada Maria, após tentar a vida na cidade grande.

#literatura

A Crise Imobiliária de Santa Izabel, de Gaê
Editora Rizoma
Livraria Patuscada, em São Paulo
Sábado, 21, às 19h
Entrada gratuita

Um vilarejo resolve se isolar do resto do mundo e, por detrás dos muros, criar suas histórias. Entre ficções e documentos (também fictícios), o livro de contos mergulha na história de absurdos desta cidadezinha, em uma distopia bucólica que tem o “evitar o lá fora” como objetivo principal. Publicado pela Editora Rizoma, a obra será lançada no evento #UmaPuxaAoutra. Quem assina a obra é o multiartista e polímata Gaê. Entre teatro e música, o brasiliense residente em São Paulo se dedicou à direção, composição, dramaturgia, além da performance, e, agora, à literatura – sempre agitado e inquieto entre um projeto e o próximo. Gaê, ainda, é produtor cultural com a noite de música autoral LGBT “Nossa Terra Tem Janelas” e pesquisa Comunicação e Saúde.

Gaê lança primeiro livro ficcional neste sábado | Foto: Mariana Barbosa

Gaê lança primeiro livro ficcional neste sábado | Foto: Mariana Barbosa

Chão de Estrelas – Uma jornada pela regeneração da Mata Atlântica, de Leo Slezynger
Editora Livros de Família
Em seu livro, que leva o nome da recém-criada reserva de Mata Atlântica, em Paraty, Leo Slezynger conta o conceito, a visão, o processo de criação da reserva e tudo que envolve sua paixão e busca por impacto real e positivo de longo prazo nesse bioma que é considerado o mais rico em biodiversidade do planeta. Temas como desmatamento, impactos do aquecimento global e as reais ameaças aos biomas e povos originários brasileiros, fazem parte da jornada que levou Leo, durante os dois anos de pandemia que viveu em Paraty, iniciar sua jornada para se tornar guardião da floresta, e aprender na prática as necessidades e dificuldades para reconstituí-la, para que se mantenha como uma fonte renovada de vida selvagem.

#gastronomia

Para essa semana gélida, uma seleção bem quentinha <3

Lamen Kazu
Restaurante asiático contemporâneo especializado em lamen com ingredientes frescos e aromáticos que são perfeitos para o frio. Destaque para o lamen sazonal Hokkaido Misso Lamen, com caldo típico da região norte do japão com missô hokkaido (temperado com alho e gengibre), acompanha macarrão, menma, moyashi, nirá, wakame, nori, cebolinha, 1 fatia de chashu (lombo suíno), milho, kombu, manteiga, gergelim e naruto.

Chalezinho
Há 43 anos o Chalezinho faz sucesso com suas fondues. Um dos primeiros restaurantes especializados no prato, atrai casais, famílias e grupos de amigos com seu ambiente acolhedor que lembra os típicos chalés suíços. A fondue de carnes nobres leva cortes de filet de costela – lomito e ojo de bife –, além dos oito molhos tradicionais do restaurante e outros quatro especiais: barbecue artesanal, ranch, chipotle e geleia de pimenta. Mas a casa ainda oferece opções veganas e os clássicos fondues de queijo e chocolate.

31 Restaurante
Para o Dia Mundial das Abelhas, em 20 de maio, o chef Raphael Vieira, do 31 Restaurante, e a MBee – Mel de Terroir – se unem para a criação de um menu degustação especial de 10 pratos. Todos terão méis brasileiros da marca como ingredientes. A sequência será servida na casa do Centro de São Paulo, para o jantar, em duas faixas de horário – às 19h e às 21h30. Cada rodada terá capacidade para 23 pessoas. O valor do ingresso é R$200. As reservas podem ser feitas até quando durarem as vagas.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness