Sustentabilidade

Calor na Índia beira os 50 graus e país vive crise climática gigantesca

Vitor Paiva - 06/05/2022 às 09:16

Desde a semana passada que Índia e Paquistão vivem uma onda extrema de calor, com temperaturas ultrapassando máximas de até 45ºC: os dois países já enfrentam situações de corte de eletricidade para reduzir o consumo de energia, bem como escassez de água, afetando os muitos habitantes da região. Segundo autoridades locais, 1,4 bilhão de pessoas se encontram em situação de redução de abastecimento de água, quadro que provavelmente se agravará até junho e julho, quando estão previstas chuvas capazes de finalmente amenizar a situação extrema.

Homem se refresca na Índia: as temperaturas são as mais altas em mais de 50 anos no país

Homem se refresca na Índia: as temperaturas são as mais altas em mais de 50 anos no país

-Técnica milenar de captação de água da chuva é recuperada para salvar aldeias indianas da seca

Na capital indiana, Nova Délhi, os termômetros registraram até 46ºC, com quadros de calor extremo afetando todo o Noroeste e centro do país, segundo o departamento meteorológico – em algumas regiões, o calor alcançou marcas ainda mias próximas ao 50ºC. Trata-se de uma onda de calor sem precedentes recentes, possivelmente a maior em mais de meio século – e pior: que teve início em pleno Ramadã, tradicional período de jejum muçulmano, que se encerrou no último dia 1 de maio. Mais de 200 milhões de pessoas seguem o islã no país, ficando sem comer entre o nascer e o pôr do sol.

Em Nova Délhi, os cortes de luz e de água vêm sendo recorrentes por conta do calor e da seca

Em Nova Délhi, os cortes de luz e de água vêm sendo recorrentes por conta do calor e da seca

-Este é o lugar mais quente da Terra com temperaturas que já chegaram aos 70ºC

A onda de calor vem provocando também uma série de incêndios em lixões espalhados pelo país, especialmente em cidades que não possuem infraestrutura atualizada para tratar as milhares de toneladas de lixo produzidas – montanhas de mais de 65 metros de detritos queimaram no lixão de Ghazipur, na capital. Estima-se que, desde 2010, ondas de calor já mataram mais de 6,5 mil pessoas na Índia, em situação que vem se tornando cada vez mais frequentes e severas, a partir principalmente das mudanças climáticas atuais.

Homens utilizam toalhas molhadas na cabeça para amenizar a temperatura no Paquistão

Homens utilizam toalhas molhadas na cabeça para amenizar a temperatura no Paquistão

-Série fotográfica mostra pessoas que vivem com 1,30 libras por dia no Paquistão  

No Paquistão, as temperaturas têm alcançado até 48 graus em algumas regiões, chegando a bater 8 graus acima da média esperada para esse período do ano. O aumento no consumo de energia também afeta gravemente o país, que já sofreu cortes de até 8 horas de duração em diversos pontos. A falta de chuva e o calor extremo afeta profundamente a agricultura nos dois países, especialmente diante da escassez de água e da necessidade de economia – a produção agrícola é a base da economia paquistanesa, empregando 40% da força de trabalho do país.

Nenhuma nuvem: na Índia, os guarda-chuvas ganharam outra função, protegendo do sol extremo

Nenhuma nuvem: na Índia, os guarda-chuvas ganharam outra função, protegendo do sol extremo

Publicidade

© fotos 1, 3, 4: Getty Images

© foto 2: Wikimedia Commons


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness