Ciência

O dia em que nevou em Brasília; veja fotos e entenda história

23 • 05 • 2022 às 09:59
Atualizada em 09 • 06 • 2022 às 10:02
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Se a onda de frio que atinge o Brasil vem levando temperaturas geladas a boa parte das regiões, incluindo o Centro Oeste do país, relatos históricos revelam que, no passado, já nevou sobre o cerrado do planalto central. Na última quinta-feira do dia 19 de maio, Brasília enfrentou o dia mais frio de sua história registrada, com os termômetros marcando 1,4°C no Gama: a história, porém, do dia que nevou no cerrado surgiu de um dos mais antigos relatos de viagem do país, anotado em 1778 por Cunha de Menezes, quinto governador e capitão-general da Capitania de Goiás.

Céu de Brasília: a cidade recentemente enfrentou o frio mais intenso de sua história registrada

Céu de Brasília: a cidade recentemente enfrentou o frio mais intenso de sua história registrada

-Brasil amanheceu com montanhas cobertas de neve em Santa Catarina; veja fotos

O impressionante relato sobre a neve caindo em uma região que hoje é marcada pela seca entre maio e outubro foi registrado durante a viagem de Menezes para tomar posse como governador da Capitania de Goiás, e também marca algumas distâncias locais em léguas. “Da Bandeira a Contage de São João das Três Barras 11 léguas, a saber ao Sítio Novo 2, ao Pipiripaô, 1 e 1/2, ao Mestre d;Armas 2, e 2 ; São João das Três Barras, sítio tão frio que no mês de junho, que é a maior forma de inverno, chega a cair neve”, diz o texto, intitulado “Jornada que fez Luiz da Cunha Meneses da Cidade de Bahia… para Vila Boa Capital de Goyaz”.

A esplanada dos ministérios, coberta de gelo, em uma das fotos tiradas no inverno de 1961

A esplanada dos ministérios, coberta de gelo, em uma das fotos tiradas no inverno de 1961

-O ritual de mergulho no gelo com temperatura de -50 graus na cidade mais fria do mundo

Naturalmente que não há nenhum outro tipo de registro comprovando o relato do quinto governador, e por isso a história da neve sobre Brasília permanece como uma espécie de lenda do cerrado. Seja como for, o fato é que a região realmente já vivenciou frentes frias especialmente congelantes: uma delas, em 1961, deu origem a uma série de incríveis fotografias, mostrando as vias e os gramados da Esplanada dos Ministérios e ao redor da Rodoviária do Plano Piloto cobertas de gelo.

Carros próximos à rodoviária do Plano Piloto em 1961

Carros próximos à rodoviária do Plano Piloto em 1961

-Lacútia: uma das regiões mais frias da Rússia é feita de diversidade étnica, neve e solidão

As imagens foram publicadas pelo fotógrafo Gilson Motta na página Brasília das antigas que amamos, e teriam sido tiradas por um fotógrafo anônimo. “Essas fotos foram compradas pelos meus pais, de um fotógrafo que circulava pela Esplanada”, explicou Gilson, no post. “Foi o primeiro registro fotográfico de uma geada, ocorrida em 1961”, conclui. A temperatura de 1,4°C registrada na capital no último dia 19 superou o recorde anterior, de 18 de julho de 1975, quando os termômetros em Brasília marcaram 1,6°C.

Publicidade

© foto 1: Wikimedia Commons

© fotos 2, 3: Facebook/reprodução


Canais Especiais Hypeness