Arte

Irandhir Santos: 6 filmes com o José Luca de Nada de ‘Pantanal’ para assistir 

27 • 05 • 2022 às 16:20 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

O sucesso da novela Pantanal, na Rede Globo, ganhou um reforço de peso – ou o retorno de uma estrela: o ator Irandhir Santos, que, além de brilhar nas telas de TV, é um dos grandes atores do cinema brasileiro atual. Na primeira fase da novela, Irandhir interpretou o personagem Joventino, e agora retorna à trama para viver José Lucas de Nada, filho de Joventino com a prostituta Generosa, interpretada por Giovana Cordeiro. A volta é garantia da qualidade que o ator pernambucano tantas vezes trouxe à tela, como em obras como a novela Velho Chico e as séries A Pedra do Reino, Dois Irmãos e Onde Nascem os Fortes, entre outras.

Irandhir recebendo um prêmio na Mostra de Cinema de Tirandentes

Irandhir recebendo um prêmio na Mostra de Cinema de Tirandentes

-Irandhir Santos ganha declaração do marido nos 12 anos de casamento

E nas telas de cinema Irandhir pode ser visto em grande parte dos filmes de maior destaque no cinema nacional das últimas duas décadas. A filmografia do ator é por si uma excelente lista para ilustrar o bom momento do cinema brasileiro, apesar das dificuldades econômicas e de investimento recentes, desde 2005 para cá. Por isso, selecionamos 6 dos melhores filmes feitos por Irandhir, para quem quiser apreciar seu trabalho enquanto aguarda o próximo capítulo de Pantanal.

O ator como José Lucas de Nada em Pantanal

O ator como José Lucas de Nada em “Pantanal”

-Da rejeição da Globo ao remake: 10 curiosidades sobre a versão original de ‘Pantanal’

Cinema, Aspirinas e Urubus

Lançando em 2005, Cinema, Aspirinas e Urubus é dirigido por Marcelo Gomes e com roteiro de Karim Aïnouz, Paulo Caldas e Marcelo Gomes, e conta a história de um alemão que viaja pelo sertão brasileiro vendendo aspirinas – e exibindo filmes. É o filme de expressão de estreia de Irandhir.

Olhos Azuis

O professor Nonato de "Olhos Azuis"

O professor Nonato de “Olhos Azuis”

Xenofobia, preconceito, colonialismo e tensões sociais e raciais pautam o filme Olhos Azuis, dirigido por José Joffily em 2010. Irandhir, no filme, vive Nonato, um professor brasileiro que é um dos personagens humilhados por um agente de aeroporto estadunidense em Nova York – que justifica seus atos afirmando que os latinos têm inveja dos “olhos azuis” de quem nasce nos EUA.

Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo

Também dirigido por Marcelo Gomes ao lado de Karim Aïnouz em 2009, Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo é estrelado por Irandhir, que vive José Renato, geólogo que atravessa o sertão para realizar uma pesquisa de campo.

-Abraccine cria ranking dos 100 melhores filmes brasileiros e você vai querer zerar a lista

Febre do Rato

Zizo na incrível fotografia de "Febre do Rato", de Claudio Assis

O personagem Zizo na incrível fotografia de “Febre do Rato”, de Claudio Assis

Lançando em 2011 com direção de Claudio Assis, Febre do Rato mostra o personagem Zizo, poeta anarquista que edita um jornal batizado com o mesmo nome do filme – no Nordeste, a expressão “febre do rato” significa um estado fora de controle. O filme venceu em 8 categorias no Festival de Festival Paulínia de Cinema de 2011, incluindo Melhor Filme e Melhor Ator.

-Faroeste nordestino ‘Bacurau’ retrata um país adoecido e à beira de um colapso

Aquarius

Aquarius também é escrito e dirigido por Kleber Mendonça Filho, e se tornou um dos maiores sucessos de 2016 contando a história de Clara, vivida por Sônia Braga, resistindo à especulação imobiliária em seu prédio antigo, na praia de Boa Viagem, no Recife. No dia a dia da personagem, mostrado com sensibilidade e força no filme, Clara se relaciona com o salva-vidas Roberval, vivido por Irandhir. Aquarius tornou-se um dos filmes mais premiados e debatidos do cinema recente brasileiro.

O Som ao Redor

Irandhir interpreta Clodoaldo em "O Som ao Redor"

Irandhir interpreta o miliciano Clodoaldo em “O Som ao Redor”

Escrito e dirigido por Kleber Mendonça Filho e lançando em 2013, O Som ao Redor se tornou um grande sucesso de público e crítica ao ilustrar a atuação das milícias em um bairro de classe média de Recife. Irandhir vive Clodoaldo, um dos líderes da “segurança privada” que os milicianos trazem à região – mas que também acrescenta novas tensões à região. O filme ganhou mais de 10 prêmios nacionais e internacionais.

Publicidade

© foto 1: Wikimedia Commons

© foto 2: Globo/divulgação

© fotos 3, 4, 5: Divulgação/reprodução


Canais Especiais Hypeness