Sustentabilidade

Modelo de limpeza urbana que remunera quem ajuda a cuidar do bairro será implementado em Floripa

Roanna Azevedo - 09/05/2022 às 15:39 | Atualizada em 11/05/2022 às 17:11

Em maio, a cidade de Florianópolis começa a introduzir um novo modelo de limpeza urbana com a participação dos próprios moradores. Todo o processo será feito a partir do aplicativo AMA – Agentes do Meio Ambiente, pelo qual os interessados podem se cadastrar como zelador ambiental. O cargo é mensalmente remunerado e visa cuidar da limpeza e da qualidade de vida da capital de Santa Catarina.

Algumas escolhas capazes de trazer a sustentabilidade para o nosso dia a dia

Os zeladores ambientais são encarregados de auxiliar na limpeza e na melhora da qualidade de vida da cidade.

Algumas das tarefas que os zeladores precisam desempenhar são a manutenção da lixeira comunitária, o auxílio na implementação de hortas na vizinhança, a varrição de ruas e o registro das demandas e reclamações dos moradores. Apesar da semelhança entre as atividades, o trabalho desses zeladores não substitui os serviços de limpeza pública tradicionais da cidade. “Nosso objetivo é chegar nos bairros mais periféricos, onde nem todos os serviços estão disponíveis”, afirma Francine Efigenia Breitenbach, Gerente Técnica Operacional da AMA.

Sustentabilidade ambiental passa por respeito à terra e seus protagonistas

“São os moradores que conhecem a área onde vivem, são eles que sabem as necessidades locais e podem auxiliar na melhoria das condições de saneamento local. O zelador ambiental irá fazer a limpeza do local, mas como principal atividade irá realizar a educação ambiental para integrar os vizinhos em ações sustentáveis”, explica Francine. Todo o percurso de tarefas dos zeladores é registrado, administrado e acessado pela Prefeitura Municipal de Florianópolis.

A principal função dos zeladores ambientais é realizar a educação ambiental para integrar os vizinhos em ações sustentáveis.

Interessados podem se cadastrar pelo site www.cidadeama.com.br/florianopolis. Os aprovados são admitidos na plataforma que orienta e organiza as atividades ambientais que deverão ser cumpridas na região de atuação de cada um deles.

Sustentabilidade ambiental: conceito ganha força com crise dos anos 80

Inspirado pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, o aplicativo AMA já é utilizado desde 2020 nas cidades paranaenses de Paranaguá, Cianorte e Maringá. Ele conecta pessoas da mesma área urbana para criar pequenos influenciadores locais e incentivar mudanças e hábitos ambientais. Todas as ações de limpeza, conservação e zeladoria realizadas pelos usuários podem ser compartilhadas em um feed de notícias para inspirar outras pessoas a fazerem o mesmo.

Publicidade

Fotos: Divulgação/AMA


Roanna Azevedo
Diretamente da zona norte do Rio, é jornalista por profissão e curiosa por conta própria. Ama escrever sobre cinema e o universo do entretenimento há mais de dois anos. Tem paixão por tudo que envolve cultura, música, arte e comportamento, além de ficar sempre ligada no que rola no mundinho da comunicação nas redes sociais.

Canais Especiais Hypeness