Inovação

Nova York retira último orelhão das ruas e se prepara para era dos pontos de wi-fi gratuitos

30 • 05 • 2022 às 19:04
Atualizada em 02 • 06 • 2022 às 10:01
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Jornalista, escritor e músico, Vitor Paiva é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade.

Os dois últimos telefones públicos de Nova York foram removidos da cidade no último dia 23 de maio. Localizados lado a lado na esquina da Sétima Avenida com a Rua 50, próximos ao Times Square, os orelhões eram os exemplares derradeiros de um elemento urbano que, por décadas, se espalhou por toda ilha, e se tornou um dos verdadeiros símbolos de Manhattan. Assim como os táxis e as placas de rua, os telefones públicos nova-iorquinos eram parte da iconografia inconfundível da cidade, reproduzidos em revistas em quadrinhos, filmes, séries e tantos mais.

As duas últimas cabines telefônicas de Nova York, removidas no dia 23 de maio

As duas últimas cabines telefônicas de Nova York, removidas no dia 23 de maio

-A triste história da cabine telefônica que liga nada a lugar nenhum

A remoção do par de telefones públicos representa, portanto, o fim de uma era, encerrada naturalmente pela popularização dos telefones móveis e smartphones, e o acesso irrestrito à internet do mundo contemporâneo. O primeiro telefone público nos EUA foi instalado na cidade de Hartford, em Connecticut, em 1889, e rapidamente se revelou um sucesso: anos depois, em 1925, Nova York já possuia mais de 25 mil cabines espalhadas pelas ruas da cidade – nas quais os usuários podiam inserir moedas de 5, 10 e 25 centavos para começar e seguir com suas ligações.

As antigas cabines eram verdadeiros ícones da cidade ao longo de todo o século XX

As antigas cabines eram verdadeiros ícones da cidade ao longo de todo o século XX

-Fotos do metrô de Nova Iorque há 40 anos revelam a cidade perigosa e sombria que um dia foi

Até o final do século XX, um aparelho telefônico era item de luxo para boa parte das pessoas: nos anos 1940, menos da metade da população dos EUA possuía um telefone em casa e, assim, os orelhões eram seu principal meio de comunicação. Apesar do uso ter começado a cair consideravelmente durante os anos 1990, somente em 2015 a prefeitura da cidade começou a recolher os orelhões, e substituir as cabines por pontos de WiFi gratuitos.

Dois homens falando em telefones públicos em 1975, na região da Times Square

Dois homens falando em telefones públicos em 1975, na região da Times Square

Os aparelhos, em 1979: grande parte da população utilizava os aparelhos para se comunicar

Os aparelhos, em 1979: grande parte da população utilizava os telefones para se comunicar

-Conheça Pope.L: o artista que tornou o ato de rastejar por NY em performance – e política

Além de oferecer acesso livre à internet, nos pontos é hoje possível realizar ligações gratuitas para qualquer local dos EUA, incluindo chamadas de emergência. Atualmente a cidade já conta com milhares de pontos de conexão à internet livres, em spots que seguem sendo instalados, substituindo os antigos orelhões.

Uma das últimas cabines, ainda na paisagem urbana de Manhattan, em agosto de 2021

Uma das últimas cabines, ainda na paisagem urbana de Manhattan, em agosto de 2021

-Marie Marchand: a imigrante que inventou o espírito boêmio e artístico do Greenwich Village, em Nova York

Após a remoção, os últimos dois telefones públicos se tornaram literalmente peças de museu, e foram transportados para o Museum of the City of New York, para estrelar o acervo de uma exposição precisamente intitulada “Analog City”, ou “Cidade Analógica”. Para além da nostalgia, a pergunta que mais foi repetida entre os novaiorquinos que assistiram a cerimoniosa remoção era uma só: onde agora Clark Kent irá se esconder para se transformar no Super-Homem?

As cabines vêm sendo substituídas por torres com wi-fi gratuito e outros serviços

As cabines vêm sendo substituídas por torres com WiFi gratuito e outros serviços

Publicidade

© foto 1: Timothy A. Clary/AFP via Getty Images

© fotos 2, 3, 4, 5: Getty Images

© foto 6: Wikimedia Commons


Canais Especiais Hypeness