Viagem

O complexo de adegas abandonadas no sul da Itália que é patrimônio rural, arquitetônico e arqueológico

30 • 05 • 2022 às 10:29
Atualizada em 01 • 06 • 2022 às 10:25
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Se você é uma pessoa que gosta de ver artefatos inéditos da vida humana ao redor do mundo, então eu sugiro que você encontre o caminho para a cidade de Pietragalla, no sul da Itália. O Palmenti, um complexo de adegas de vinho abandonadas, compõe o patrimônio rural, arquitetônico e arqueológico desta região no país mediterrâneo.

O complexo de adegas abandonadas no sul da Itália que é patrimônio rural, arquitetônico e arqueológico

O complexo de adegas abandonadas no sul da Itália que é patrimônio rural, arquitetônico e arqueológico

Quando consideramos os lugares históricos ou tombados para visitar, em geral o roteiro inclui castelos, torres, catedrais, faróis – e até coliseus, por que não? Mas raramente pensamos nas construções das pessoas comuns. Talvez porque não foram construídos com a mesma solidez dos castelos ou igrejas, para durar pela eternidade, talvez por não sabermos suas reais histórias.

Mas estes Palmenti são extraordinários em sua arte de sobreviver ao tempo, ainda que não sejam lugares feitos para reis, condes ou papas. Essas cavidades de vinificação construídas para produzir vinho são um caso maravilhoso de beleza da arquitetura mais “rural”. Um tipo necessário de design muito humano, muito palpável.

Conheça a incrível adega subterrânea com mais de 1,3 milhão de garrafas na Moldávia

O que se sabe sobre sua instalação na pequena cidade de Pietragalla é que foram importados pelos franceses entre meados do século XVI e final do século XVIII. E se você olhar para dentro, verá que dentro das cavidades há espaço para esmagar e fermentar as uvas para se se tornem vinho.

A utilidade encontra a aparência neste caso. Seu anonimato, sobre quando exatamente foram construídos ou por quem aumenta seu charme, como partes das engrenagens invisíveis da história, como as pessoas agora sem nome que trabalharam ali.

—A incrível e insólita série de fotos de lugares abandonados na Itália

O fato deste pequeno e antigo campo de fermentação de vinho no sul da Itália, aparentemente sem importância, é patrimônio arqueológico. Isso já de cara o torna importante. A maioria das pessoas historicamente não vivia em castelos ou pregava em igrejas. As pessoas no interior trabalhavam para fabricar vinho, ou cultivar alimentos, ou fiar em moinhos ou qualquer outro tipo de trabalho.

Quando encontramos um exemplo de história bem preservada, da vida das pessoas comuns, é importante ver a beleza de suas estruturas mais simples, que foram tão importantes para suas vidas, quanto as igrejas, os castelos e as torres foram para a vida de seu país.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness