Reverb

Rage Against the Machine confirma show no Brasil e a gente lembra a apresentação histórica no interior de SP

18 • 05 • 2022 às 17:07
Atualizada em 06 • 06 • 2022 às 19:23
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O jornalista especializado em eventos José Norberto Flesch confirmou que a banda Rage Against the Machine irá voltar ao Brasil depois de 12 anos. Vamos aproveitar para relembrar a histórica apresentação do grupo no festival SWU, em Itu, no dia 9 de outubro de 2010.

O show no interior de São Paulo fez parte da última turnê mundial do Rage Against the Machine, que não sobe nos palcos desde 2011. Os integrantes do grupo tinham programado uma volta para 2020 que foi adiada pela pandemia e deve acontecer neste ano.

A banda revolucionária volta após de hiato de uma década e confirmou que Brasil estará em nova turnê

José Norberto Flesch não confirmou se o RATM fará um ou diversos shows no Brasil e também não citou locais onde a banda de Tom Morello e Zack de La Rocha irá se apresentar.

Em 2010, o grupo fez uma apresentação no festival Starts With You, um evento ocorrido na cidade de Itu, no interior de São Paulo. Esse foi o único show do Rage no Brasil.

A apresentação é considerada histórica. Zack de La Rocha é conhecido por sua presença de palco, mas a crítica elogiou sua postura extremamente entusiástica com o público brasileiro.

O show foi tão intenso – fazendo jus ao som do Rage – que ela teve de ser interrompida na metade. O festival era dividido entre área VIP e pista, mas no meio da apresentação, a pista invadiu a parte mais próxima do palco.

O risco de segurança estimado pela organização do festival fez com que o espetáculo do Rage ficasse paralisado por mais de meia hora, mas a invasão foi considerada extremamente afinada com os ideais políticos da banda. No meio do show, o público gritava “SWU, vai tomar no c*”.

Durante o show, o hino da Internacional Comunista foi tocado pela banda. Além disso, durante a canção ‘People of the Sun’, de la Rocha fez uma homenagem ao Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST).

O Rage tocou todos os seus clássicos, como ‘Killing in the name’, ‘Bulls on Parade’, ‘Sleep Now In The Fire’ e ‘Testify’. O show completo não foi exibido pelo Multishow por conta da paralisação no meio da apresentação. Contudo, fãs da banda reuniram as melhores gravações e está tudo completo no Youtube:

Caso o Rage Against The Machine se apresente de fato em 2022 no Brasil, é possível que o show ganhe acentuados tons políticos como em 2010. Os integrantes da banda são comunistas e Tom Morello, guitarrista do RATM, já fez diversas declarações em favor do pré-candidato e ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT).

Deixamos avisado o fato acima para que cenas como a do show de Roger Waters em São Paulo no ano de 2018 não se repitam. O compositor do Pink Floyd chamou o então presidente-eleito Jair Bolsonaro (PL) de fascista durante apresentações no Brasil e foi vaiado. Aos fãs desavisados de RATM que ainda não perceberam que a banda é comunista, pedimos: não gastem seu dinheiro à toa.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Canais Especiais Hypeness

Especiais