Debate

Saque extraordinário do FGTS permite que trabalhador retire até mil reais; entenda

18 • 05 • 2022 às 09:07 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Cerca de 7,1 milhões de trabalhadores terão acesso essa semana a um saque extraordinário de até R$ 1 mil pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O calendário foi divulgado pelo governo federal, e contemplará inicialmente cerca de 3,6 milhões de trabalhadores nascidos no mês de junho, que terão o saque liberado na quarta-feira do dia 18 de maio, enquanto os cerca de 3,5 milhões de trabalhadores nascidos no mês de julho poderão ter acesso à quantia no sábado do dia 21. Na semana passada, foram liberados os mesmos valores para os trabalhadores nascidos em abril e maio.

O saque extraordinário oferecerá até R$ 1 mil por conta

O saque extraordinário oferecerá até R$ 1 mil

-Dinheiro esquecido no Banco Central: veja se você está entre os brasileiros com algo a receber

Quem pode sacar?

Os profissionais dos meses entre janeiro e março foram contemplados em datas anteriores, e os valores poderão ser retirados até o dia 15 de dezembro. Ao todo, incluindo as datas que ainda virão, serão 42 milhões de pessoas aptas ao saque extraordinário, em um valor total de cerca de R$ 30 bilhões destinados.

Qualquer pessoa que tiver uma conta vinculada do FGTS poderá sacar a quantia, mesmo se a conta estiver inativa: não é preciso solicitar o dinheiro, que será depositado automaticamente na conta do trabalhador no Caixa Tem. Quem não tiver uma conta, a Caixa Econômica Federal abrirá automaticamente uma conta em nome do trabalhador.

O processo de atualização, pedidos e dúvidas pode ser realizado pelo app do Caixa Tem

O processo de atualização, pedidos e dúvidas pode ser realizado pelo app do Caixa Tem

-Reforma trabalhista cria emprego sem férias e 13º e complica fiscalização do trabalho escravo

Aqueles, no entanto, que tiverem dados incompletos impedindo a abertura da conta digital devem acessar o aplicativo, disponível para smartphones e tablets, e inserir os dados pedidos para, em seguida, solicitar a liberação do valor. Todo o processo é digitalizado, e o app pode ser baixado para Android ou iOS: o saque não estará disponível em caso de valores bloqueados na conta, como em garantia de operações de crédito de antecipação do saque-aniversário.

Quem tiver mais de uma conta poderá realizar o saque primeiro em contas relativas a contratos de trabalho extintos, começando pela que tiver o menor saldo.

O aplicativo está disponível para Android e iOS

O aplicativo da Caixa está disponível para Android e iOS

-Acabou a corrupção: BC quer que bancos parem de vigiar transações de parentes de políticos

Segundo o calendário, os próximos benefícios serão disponibilizados no dia 25 de maio para os trabalhadores nascidos em agosto, 28 de maio para os nascidos em setembro, 01 de junho para quem nasceu em outubro, 08 de junho para os nascidos em novembro, terminando em 15 de junho para os profissionais nascidos em dezembro.

As consultas sobre o direito ao saque e a data do crédito podem ser feitas pelo site da Caixa. Através das agências ou do app é possível consultar o valor a ser creditado, a data de crédito, solicitar o retorno do valor creditado para a conta, solicitar a alteração cadastral para permitir a criação da conta, bem como informar que não quer receber o valor, já que o saque extraordinário é facultativo.

Publicidade

© foto 1: Getty Images

© fotos 2, 3: Caixa Tem/reprodução


Canais Especiais Hypeness