Ciência

Via Láctea aparece em vídeo do eclipse da Lua

24 • 05 • 2022 às 16:11
Atualizada em 27 • 05 • 2022 às 10:21
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Um registro da Via Láctea foi capturado em vídeo por alguns instantes durante o último eclipse da lua, em filmagem realizada pela câmera All-Sky do Observatório Gemini, no Havaí. As imagens duram apenas três segundos, filmados durante a noite do dia 15 para a madrugada de segunda-feira, dia 16 de maio, quando o eclipse total do tipo “Lua de Sangue”, aconteceu, mas revelam todo o esplendor de nossa galáxia, com sua reluzente faixa de estrelas cruzando os céus.

As imagens registradas pelo Gemini: à esquerda, antes da "aparição"; à direita, a Via Láctea

As imagens registradas pelo Gemini: à esquerda, antes da “aparição”; à direita, a Via Láctea

-Oficial de navio de carga captura fotos impressionantes da Via Láctea no meio do oceano

A “aparição” da Via Láctea para as lentes do observatório havaiano só foi possível por conta do rápido alinhamento entre o Sol, a Terra e a Lua ocorrido durante o eclipse: com o satélite sob a sombra do nosso planeta, o céu instantaneamente tornou-se escuro suficiente para revelar a galáxia onde se localiza nosso sistema solar. Segundo a Nasa, apesar do registro ter sido capturado pelas câmeras especiais do Gemini, durante os segundos do eclipse a incrível visão podia ser observada a olho nu e sem qualquer instrumento.

-Algo estranho está acontecendo no centro da Via Láctea, dizem cientistas chineses

O registro ocorreu às 17h30 no horário local do Havaí, nos EUA. O Observatório Gemini funciona a partir de uma operação conjunta reunindo EUA, Canadá, Chile, Coreia, Argentina e Brasil, e consiste em dois telescópios gêmeos posicionados nos melhores sítios astronômicos do planeta: um, na Cordilheira dos Andes, no Chile, intitulado “Gemini Sul”, e o outro, “Gemini Norte”, na ilha de Mauna Kea, no Havaí. Segundo especialistas, com os dois telescópios é possível observar o céu do nosso planeta em sua totalidade.

Detalhe do momento em que a Via Láctea aparece na tela do telescópio

Detalhe do momento em que a Via Láctea aparece na tela do telescópio

-Telescópio de 10 bilhões de dólares é o maior já construído e irá em busca de primeiras luzes do universo

Diversas pessoas registraram a aparição da Via Láctea durante o eclipse lunar do dia 15, mas provavelmente nenhuma conseguiu imagem tão incrível quanto o canadense Justin Anderson. Na foto postada por Anderson em seu Twitter e reproduzida abaixo, o fotógrafo reuniu a galáxia ao lado de uma aurora boreal em foto panorâmica, em uma das mais incríveis imagens astronômicas do ano.

-Buraco negro ‘menos ameaçador do universo’ cria estrela ao invés de destruí-las

Vale lembrar que a Via Láctea pode ser vista com relativa frequência e sem a necessidade de telescópios durante a noite em locais livres do excesso de luzes das cidades grandes.

A estação norte do Observatório Gemini, no Havaí

A estação norte do Observatório Gemini, no Havaí

Publicidade

© fotos 1, 2: Gemini/Twitter/reprodução

© foto 3: Wikimedia Commons


Canais Especiais Hypeness