Viagem

Wesak: Indonésia celebra Dia do Buda no maior templo do mundo

19 • 05 • 2022 às 10:18
Atualizada em 23 • 05 • 2022 às 10:17
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Budistas de todo o país anteciparam ansiosamente a celebração do Dia de Wesak, depois de dois anos sem poder comparecer ao evento devido à pandemia de Covid-19. A Indonésia recebeu na segunda, dia 16 de maio, a comemoração conhecida pelas belíssimos balões de lâmpadas a óleo flutuado pelo céu.

Wesak ou Dia do Buda é um feriado budista comemorado no sul e sudeste da Ásia, além do Tibete e da Mongólia. O festival celebra o nascimento, a iluminação (Nirvana) e a morte de Gautama Buda, o fundador da religião. Apesar da retomada, não houve procissão em Penang pelo terceiro ano consecutivo, ainda por conta da pandemia, mas os devotos puderam visitar os templos.

Wesak: Indonésia se prepara para celebração no maior templo budista do mundo

Wesak: Indonésia se prepara para celebração no maior templo budista do mundo

—Maior coleção de textos budistas do mundo está disponível online

O presidente do Comitê de Celebrações de Penang Wesak, Datuk Dr. Loh Hock Hun, disse que decidiram cancelar a procissão devido às dificuldades em controlar a multidão. “Anualmente, durante a procissão, temos mais de 10.000 devotos presentes e é um desafio controlá-los… espero que no próximo ano possamos ter a procissão de volta”, disse ele a Bernama.

Neste ano, centenas de lanternas foram lançadas no céu por budistas indonésios comemorando no templo de Borobudur pela primeira vez desde que a pandemia de coronavírus atingiu o país. Mais de mil budistas de todo o arquipélago se reuniram no maior templo budista do mundo, situado em Magelang, Java Central, para comemorar o nascimento, iluminação e morte de Buda Siddharta Gautama.

As celebrações incluíram orações e meditação, coleta de água benta e o lançamento de lanternas voadoras simbolizando o abandono da negatividade. “Esta é a primeira vez que conseguimos realizar a celebração desde o início da pandemia, pois ainda estamos em plena pandemia, limitamos o número de participantes a apenas 1.200 pessoas”, Eric Fernardo, porta-voz do evento, disse à AFP.

–O templo branco na Tailândia onde o céu e o inferno se encontram 

–6 conselhos ‘sincerões’ da Monja Coen para você fazer um detox da mente

Publicidade

Canais Especiais Hypeness