Debate

Autora de ‘Como Assassinar seu Marido’ é presa pelo assassinato do marido

23 • 06 • 2022 às 09:50 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

A escritora estadunidense Nancy Crampton Brophy, de 71 anos, foi condenada recentemente à prisão perpétua pelo assassinato de seu marido: curiosamente, ela ficou conhecida por escrever o ensaio “How to murder your husband”, ou Como assassinar seu marido, em tradução literal. O crime aconteceu em junho de 2018, e Nancy terá possibilidade de ir para liberdade condicional em 25 anos, segundo decisão de um juiz do estado do Oregon, nos EUA.

Nancy Crampton Brophy após sua prisão em Portland, no Oregon

Nancy Crampton Brophy após sua prisão em Portland, no Oregon

-Mulher mata marido após descobrir que ele batia em seu gato

O corpo do chef de cozinha Daniel Brophy foi encontrado com dois tiros letais, em sua espinha e seu coração, em uma sala de aula do instituto de culinária onde lecionava. Conforme foi revelado no julgamento, imagens de segurança mostram Nancy dirigindo pela região no dia em que o crime ocorreu. A autora negou qualquer envolvimento com o homicídio.

A escritora condenada ao lado de seu marido, chef de cozinha Daniel Brophy, no passado

A escritora condenada ao lado de seu marido, chef de cozinha Daniel Brophy, no passado

-7 livros de ficção que inspiraram crimes na vida real

O assassinato foi cometido com uma pistola Glock de 9mm, e o julgamento foi concluído no último dia 13 de junho após quase dois meses de considerações, e a motivação apontada seria um seguro de vida de mais de 1 milhão de dólares, já que o casal possuía dívidas e os livros de Nancy não são de grande sucesso comercial. A autora teria comprado recentemente uma arma sem registro que mais tarde foi encontrada em um depósito.

A entrada para a cena do crime, isolada pelas fitas policiais

A entrada para a cena do crime, isolada pelas fitas policiais

-A ‘viúva negra’ do Japão que matava amantes com composto químico

Publicado em 2011, o ensaio e se divide em prós e contras sobre assassinar um marido tirânico. “Se o assassinato supostamente me libertaria, eu certamente não quero passar tempo algum presa”, ela escreveu. “E que fique registrado que macacões laranjas não me caem bem”, diz o texto, referindo-se à roupa dos presidiários nos EUA. “Mas o que sei sobre assassinato é que cada um de nós o leva dentro de si quando é suficientemente pressionado”, ela escreve.

Nancy, durante o julgamento, no qual foi condenada à prisão perpétua

Nancy, durante o julgamento, no qual foi condenada à prisão perpétua

-Elize Matsunaga celebra liberdade, série na Netflix e livro

Nancy também é autora de uma série de romances intitulada “Wrong Never Felt So Right”, ou O errado nunca pareceu tão certo, em tradução livre. O texto “How to murder your husband” foi originalmente publicado em um blog, e não pôde ser utilizado como prova no tribunal por ter sido escrito anos antes do crime acontecer, como parte de um seminário de escrita. Os advogados da escritora já declararam que irão apelar da decisão do júri.

Publicidade

© fotos 1, 3: Polícia de Portland/divulgação

© foto 2: Arquivo pessoal/reprodução

© foto 4: Dave Killen/The Oregonian


Canais Especiais Hypeness