Debate

Cabeleireira denuncia estupro em show de Henrique e Juliano e diz que vídeo foi exposto nas redes

22 • 06 • 2022 às 16:43
Atualizada em 22 • 06 • 2022 às 16:51
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

A cabeleireira Géssica Gomes dos Santos, de 31 anos, afirmou em entrevista ao site G1 que foi estuprada durante um show da dupla sertaneja Henrique e Juliano no estádio Serra Dourada, em Goiás.

De acordo com goiana, ela recebeu um vídeo no WhatsApp mostrando ela em um ato sexual. Géssica descobriu que havia sido estuprada desse jeito.

Crime ocorreu durante caótico show de dupla sertaneja na capital goiana

Enquanto estava sendo abusada, Géssica foi filmada. O vídeo passou a circular nas redes sociais com informações pessoais da cabeleireira, que afirmou estar traumatizada depois do que aconteceu.

“Eu lembro de estar bebendo cerveja, depois de uma luz no meu rosto e de falar ‘apaga a luz’, mas não tinha noção do que estava acontecendo, muito menos de que tinha alguém filmando. […] Minha vida não é mais a mesma depois dessa exposição toda. Eu quero expor a minha versão”, desabafou.

– Criança de 11 anos grávida vítima de estupro tem direto ao aborto violado e é colocada em abrigo longe da mãe

Ela afirma que foi desencorajada a denunciar por um policial do 1º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia. “O homem que me recebeu disse que não valia a pena registrar, que logo as pessoas iam esquecer, que eu ia acabar me expondo mais, então voltei para casa. Mas a situação só piorava, cada dia mais gente publicava esse vídeo, então [na segunda-feira, dia 13 de junho] fui à Delegacia da Mulher”, disse.

As imagens circularam nas redes sociais e no WhatsApp e chegaram a viralizar. A priori, acreditava-se que o sexo seria consensual, mas a revelação de Géssica dá um tom ainda mais trágico ao evento. Ela pede para que o vídeo pare de circular. “Espero que seja feita justiça, que esse povo que está me difamando pague”, completou.

Além do estupro, um jovem tomou um tiro durante o show da dupla. Um policial militar foi preso depois de atirar em uma pessoa durante uma confusão no meio do evento. A vítima do tiro está em estado grave na UTI. A produtora do show e a dupla Henrique e Juliano afirmaram que não irão se pronunciar sobre o caso.

Publicidade

Fotos: Foto 1: © Getty Images Foto 2: Reprodução/Arquivo Pessoal


Canais Especiais Hypeness