Ciência

Café pode reduzir risco de lesão renal aguda, segundo cientistas

14 • 06 • 2022 às 09:52 Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Um estudo recente da Johns Hopkins Medicine revelou que consumir pelo menos uma xícara de café por dia pode reduzir o risco de lesão renal aguda (LRA). Os resultados mostram que as pessoas que não bebiam qualquer quantidade de café todos os dias tinham um risco 15% maior de desenvolver a doença, na comparação com o grupo que bebia duas a três xícaras por dia (risco 22% a 23% menor).

“Já sabemos que beber café regularmente tem sido associado à prevenção de doenças crônicas e degenerativas, incluindo diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e doenças hepáticas”, diz o autor correspondente do estudo, Chirag Parikh, diretor de da Divisão de Nefrologia e professor de medicina na Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, em comunicado a imprensa. “Agora podemos adicionar uma possível redução no risco de LRA à crescente lista de benefícios para a saúde da cafeína.”

– Chocolate e café podem virar produtos de luxo se a humanidade seguir destruindo o planeta

Especialistas recomendam pelo menos uma xícara de café por dia

Segundo a National Kidney Foundation, a LRA é um “episódio repentino de insuficiência renal ou dano renal que ocorre dentro de algumas horas ou alguns dias”. Isso faz com que os resíduos se acumulem no sangue, tornando difícil para os rins manterem o equilíbrio correto de fluidos no corpo.

– Ciência desvenda os mistérios por trás do amor incondicional pelo café

Os sintomas da IRA diferem dependendo da causa e podem incluir: pouca urina; inchaço nas pernas e tornozelos e ao redor dos olhos; fadiga; falta de ar; confusão; náusea; dor no peito; e em casos graves, convulsões ou coma. O distúrbio é mais comumente visto em pacientes hospitalizados cujos rins são afetados por estresse e complicações médicas e cirúrgicas.

Publicidade

Foto: Getty Images


Canais Especiais Hypeness