Design

Especialista em efeitos especiais nigeriano cria próteses para pessoas com pele escura

27 • 06 • 2022 às 19:41
Atualizada em 30 • 06 • 2022 às 10:14
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

O escultor nigeriano John Amanam vem aplicando seus talentos como artista de efeitos especiais para o desenvolvimento de próteses para pele escura e negra.

O especialista em efeitos especiais descobriu por experiência própria, e dentro de casa, o quanto as populações negras amputadas são ignoradas pelo mercado de próteses. Aconteceu quando seu irmão perdeu parte da mão em um acidente súbito e a família percebeu que não existiam próteses em tonalidade de pele negra disponíveis na Nigéria.

John Amanam e um dos pés que desenvolveu como prótese hiperrealista para pessoas negras

John Amanam e um dos pés que desenvolveu como prótese hiper-realista para pessoas negras

-Casal transforma plástico retirado dos oceanos em próteses para crianças

Próteses hiper-realistas 

Foi assim que Amanam, que vive na cidade de Uyo, no sul do país, migrou aos 33 anos do trabalho com efeitos especiais para o design de próteses hiper-realistas para pele negra.

O desenvolvimento de próteses de mão, pernas, braços, dedos, orelhas, narizes e seios é de tal forma pioneiro que, mesmo nascido e vivendo no país com a maior população negra do mundo, o escultor conseguiu registrar uma patente de seu trabalho inovador e inclusivo no ano passado.

O artista aplicou seus conhecimentos em efeitos especiais para as próteses

O artista aplicou seus conhecimentos em efeitos especiais para criar as próteses

-Estudante do ensino médio cria braço protético acessível controlado pela mente

“Eu nunca me interessei antes por próteses, simplesmente tentei utilizar minha experiência com efeitos especiais para ajudar meu irmão”, afirmou o artista, em entrevista para o site Hyperallergic.

“Rapidamente eu descobri que era a única pessoa fabricando próteses negras, não somente na Nigéria, mas em toda região”, revelou. Diante de tal cenário, o escultor se dedicou a pesquisas por um ano, para desenvolver uma prótese perfeita para seu irmão – e, rapidamente, para pessoas de todo mundo.

Amanam também cria próteses menores, como de dedos, com tonalidades especiais

Amanam também cria próteses menores, como de dedos, com tonalidades especiais

-Empresa de moda faz capas de prótese super estilosas para pessoas amputadas

Após postar uma foto nas suas redes, as respostas positivas e principalmente os pedidos de todo o mundo começaram a chegar em grande quantidade – e nunca mais pararam.

Com a imensa e incessante demanda, Amanam criou a empresa Immortal Cosmetic Art há dois anos, e passou a se dedicar ao trabalho desde então. A demanda tem sido tão grande, que a empresa precisou parar a produção, a fim de expandir a empresa e a tecnologia, e dar conta dos pedidos.

Uma orelha desenhada por Amanam

Uma prótese de orelha desenhada por Amanam

Modelo vestindo a prótese de orelha: o resultado é perfeito

Modelo vestindo a prótese de orelha: o resultado é perfeito

-Chimamanda Adichie expõe cinismo do Brasil sobre racismo

O artista nigeriano afirmou que o trabalho com próteses para população negra vem sendo tão intenso que ele não tem mais tempo para suas esculturas e obras de arte, mas que ainda quer dividir suas ideias com o mundo.

“A produção de próteses hiperrealistas não é somente um problema da Nigéria: próteses customizadas que combinem com a cor da pele são raras em todo mundo. No caso da África, todas as próteses são importadas”, explicou.

John começou a desenhar próteses para ajudar o irmão, e hoje possui uma empresa

John começou a desenhar próteses para ajudar o irmão, e hoje possui uma empresa

Publicidade

Canais Especiais Hypeness