Futuro

Freedom Ship: mega-navio é projetado para se tornar uma cidade flutuante com 100.000 habitantes

06 • 06 • 2022 às 21:53 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

O Freedom Ship não será simplesmente uma imensa embarcação pelos oceanos, mas uma comunidade no mar: o mega-navio será uma cidade navegante,  capaz de receber até 100 mil pessoas na maior construção já realizadas por mãos e mentes humanas. O projeto foi idealizado pelo engenheiro Norman Nixon no final dos anos 1990, para ser uma metrópole marinha, com ruas, lojas, escritórios, hotéis, cassinos, além, é claro, de casas – até 50 mil apartamentos. Com cerca de 1,4 km de extensão e altura de mais de 107 metros, a cidade-navio da liberdade será o maior colosso a navegar por nossos mares se concluído.

Se concluído, o Freedom Ship se tornará o maior objeto já fabricado pela humanidade

Se concluído, o Freedom Ship se tornará o maior objeto já fabricado pela humanidade

A cidade flutuante terá um aeroporto na parte superior e um porto na parte de baixo

A cidade flutuante terá um aeroporto na parte superior e um porto para barcos na parte de baixo

-Cidade flutuante que resiste a aumento do nível dos oceanos e furacões é apresentada à ONU

O projeto foi iniciado há mais de duas décadas, mas as dificuldades de realização o mantêm até hoje somente no papel: a necessidade de encontrar investidores e parcerias, assim como os altíssimos custos – o orçamento inicial de 6 bilhões de dólares em 1999 hoje já foi recalculado em mais de 10 bilhões. O projeto prevê que o Freedom Ship tenha capacidade de transportar 40 mil moradores, 20 mil pessoas funcionários trabalhando como equipe fixa, 30 mil visitantes diários e 10 mil convidados – para, por exemplo, assistir um espetáculo, visitar um hotel ou um cassino.

Com 25 andares ao todo, o Freedom Ship poderá receber até 100 mil pessoas

Com 25 andares ao todo, o Freedom Ship poderá receber até 100 mil pessoas

A embarcação oferecerá 40 mil habitações

A embarcação oferecerá 40 mil habitações

-Casal passa 24 anos construindo incrível ilha flutuante para viver isolado do mundo

A cidade flutuante terá, segundo o projeto, um porto para embarcações e um aeroporto próprio, para o pouso e decolagem de aviões de pequeno e médio porte. Complementam o complexo residencial uma biblioteca, escolas, um hospital, além de teatros, cinemas e casas de show, complexos esportivos e até pequenas indústrias – sua própria economia, como de fato uma cidade. Para se ter uma ideia do tamanho da estrutura a ser construída em aço e vidro combinados a outros materiais, o Freedom Ship, se um dia feito, será quatro vezes maior que o Seawise Giant, o maior navio já construído e navegado.

O local terá todo tipo de empreendimento - do entretenimento ao comercial e industrial

O local terá todo tipo de empreendimento – do entretenimento ao comercial e industrial

O Freedom Ship completará uma volta ao mundo a cada 3 anos

O Freedom Ship completará uma volta ao mundo a cada 3 anos

-Schoonschip: o bairro flutuante, sustentável e autossuficiente em Amsterdã

A cidade no “navio liberdade” será mantida, segundo o projeto original, em recorrente movimento e viagem: apesar de ser projetado para se manter bastante tempo ancorado nos portos de grandes metrópoles, e completar uma volta ao mundo a cada três anos. Os próprios engenheiros por trás do projeto admitem que hoje não existe estaleiro capaz de fabricar tamanha embarcação, com 25 andares subindo dos mares aos céus.

Não existe ainda estaleiro capaz de fabricar uma embarcação do tamanho do Freedom Ship

Não existe ainda estaleiro capaz de fabricar uma embarcação do tamanho do Freedom Ship

-Maior iate do mundo é condomínio flutuante com apartamentos à venda por R$ 55 milhões

Ao que tudo indica, portanto, ainda levará tempo para que o Freedom Ship saia da imaginação – ou da inspiração, que remonta à ficção científica de um clássico da literatura como “A Cidade Flutuante”, publicado por Julio Verne em 1871 –  e chegue finalmente a navegar nas águas da vida real.

Se concluído, ele será quatro vezes maior que o Seawise Giant, o maior barco já feito

Se concluído, ele será quatro vezes maior que o Seawise Giant, o maior barco já feito

A cidade poderá receber aviões de pequeno e médio porte, com até 40 passageiros

A cidade poderá receber aviões de pequeno e médio porte, com até 40 passageiros

Publicidade

© fotos: Freedom Ship/divulgação


Canais Especiais Hypeness