Ciência

Hoje é dia de observar a Superlua de morango; entenda fenômeno e saiba como acompanhar

14 • 06 • 2022 às 14:10
Atualizada em 14 • 06 • 2022 às 15:31
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Nesta terça-feira (14), a Lua atingirá seu ponto mais próximo da terra no mês de junho, o que se caracteriza como uma Superlua.

A chamada Superlua de morango mostrará a nossa companheira espacial mais brilhante e maior no céu. O fenômeno deve atrair os apaixonados por astronomia.

– Alunos de escola primária tiram fotos incríveis da Terra vista do espaço usando balão meteorológico

Superlua de Morango ocorrerá nesse 14 de junho e deve ser observada em todo o planeta

Superluas são um fenômeno relativamente comum. Basicamente, trata-se do nome que se dá para quando a Lua está mais próxima da Terra, o que faz com que o satélite fique ainda mais brilhante e ainda maior no nosso céu.

– Queda de meteoro filmada em Porto Alegre bate recorde de duração no ano; assista

“A definição comum de superlua é qualquer lua cheia que esteja a uma distância de pelo menos 90% do perigeu (que é o ponto em que a Lua está mais próxima da Terra)”, explica o Old Farmer’s Almanac, livro que explica as formas de conceituação de fenômenos para plantio do objetos. “A lua cheia de junho está a 357.658 km de distância – confortavelmente dentro desse ponto de corte”, disse.

Por que Superlua de Morango?

As Superluas eram comumente registradas nos EUA pelos povos indígenas, que cultivavam o costume de observá-las e utilizá-las para fazer a manutenção de colheitas e decisões agrícolas. E é justamente daí que vem o nome desta Superlua, a de Morango.

Leia também: Detritos do cometa Halley são vistos durante chuva com mais de 300 meteoros no céu de SC

Basicamente, essa superlua – a primeira do (quase) verão estadunidense – era associado ao momento da colheita do morango no continente europeu e nos EUA. Os nomes das Superlua acabam se tornando formas de acessar esse conhecimento ancestral dos povos indígenas e dos europeus no momento pré-colonização.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Canais Especiais Hypeness