Debate

Indigenista e jornalista inglês do The Guardian desaparecidos na Amazônia receberam ameaças de morte

06 • 06 • 2022 às 15:56
Atualizada em 06 • 06 • 2022 às 16:23
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira, da FUNAI, desapareceram no meio da Floresta Amazônica, na região do Vale do Javari, em Atalaia do Norte (AM), no último sábado (4).

Bruno havia sido ameaçado de morte por pescadores recentemente. O desaparecimento foi noticiado pela União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), que tem operado as buscas no local.

Dom Phillips trabalhava há décadas cobrindo temas sobre a Floresta Amazônica para a imprensa internacional

De acordo com as informações que se tem até o momento, Dom e Bruno estavam na comunidade Ribeirinha São Rafael por volta das 6 horas da manhã. Em um barco, eles foram em direção à cidade de Atalaia do Norte, percurso que demoraria cerca de duas horas. Às 14h de sábado, eles não haviam chegado – e ainda não foram encontrados.

Uma nota enviada à imprensa pela organização indígena revela que as próprias equipes de resgate se tornaram alvo de ameaças. “Enfatizamos que na semana do desaparecimento, a equipe recebeu ameaçadas em campo. A ameaça não foi a primeira. Outras já vinham sido feitas a demais membros da equipe técnica da Unijava e outros relatos já oficializados”, explica a Univaja em nota.

Ameaças de morte

Bruno trabalhava para a Fundação Nacional do Índio (Funai). Ele não estava à serviço da Fundação durante o desaparecimento por conta de uma licença. Contudo, seu papel de ativista e de defensor dos indígenas pode ter conexão com o desaparecimento.

A nota da Univaja destaca que “o indigenista Bruno Pereira é uma pessoa experiente e que conhece bem a região, pois foi Coordenador Regional da Funai de Atalaia do Norte por anos”, disse.

A Univaja também revelou que foi alvo de ameaças recentemente por pescadores que extraem pirarucu ilegalmente das águas da região. Além da organização, Bruno, que é um grande conhecedor da Amazônia, também foi citado pelos criminosos.

Pirarucu das águas amazônicas é alvo da pesca, que revende para a indústria dos alimentos e calçados

“Sei que quem é contra nós é o Beto Índio e Bruno da Funai, quem manda os índios irem para área prender nossos motores e tomar nosso peixe. Só vou avisar dessa vez, que se continuar desse jeito, vai ser pior para vocês. Melhor se aprontarem. Tá avisado”, diz um documento de ameaça encaminhado à Univaja.

Em texto, o jornal britânico The Guardian – com quem Dom Phillips colaborou por anos -, afirmou que está em contato direto com a embaixada britânica para que o caso seja esclarecido de forma urgente.

– Indígenas isolados na mira do governo federal em PL que pode causar genocídio; entenda

“O Guardian está muito preocupado e busca urgentemente informações sobre o paradeiro e a condição de Phillips. Estamos em contato com a embaixada britânica no Brasil e autoridades locais e nacionais para tentar apurar os fatos o mais rápido possível”, disse a publicação através de nota oficial.

Maior reserva de indígenas isolados do mundo 

O Vale do Javari é a maior reserva de indígenas isolado do planeta. A região tem aproximadamente oito milhões de quilômetros quadrados e não é de hoje que sofre com o avanço de quadrilhas profissionais, que invadem a região e ameaçam os indígenas que lá moram.

O garimpo é um dos principais problemas do Vale do Javari. Segundo informações do Amazônia Real, garimpeiros invadiram uma aldeia da região recentemente e obrigaram os indígenas a tomarem cachaça e gasolina. O Vale do Javari abriga cerca de 160 pessoas do povo Kanamari e 47 indígenas Tson wwük Dyapah (se pronuncia Toshom Djapá), que vivem em isolamento. Outros indígenas na mesma condição de isolamento habitam a região, são eles os Warikama Djapá. Só é possível acessar o local por meio de embarcações de pequeno porte.

Publicidade

Foto 1: Reprodução/Twitter/@domphillips Foto 2: © Getty Images


Canais Especiais Hypeness