Ciência

Maior planta do mundo tem mais de 200 km e 4.500 anos; veja detalhes

06 • 06 • 2022 às 21:53
Atualizada em 09 • 06 • 2022 às 09:51
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Jornalista, escritor e músico, Vitor Paiva é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade.

A maior planta do mundo foi descoberta recentemente por pesquisadores na Área de Patrimônio Mundial de Shark Bay, na Austrália, um tanto por acaso. Enquanto procuravam diferenças genéticas em partes da erva marinha Posidonia australis, ao colherem amostras diversas em pontos distantes em até 180 km ao longo da vegetação, descobriram que se tratava de uma mesma planta. A análise de 18 mil marcadores genéticos concluiu se tratar de uma mesma planta, que se espalha por 200 km² e começou a crescer na região há 4.500 anos.

Registro parcial da Posidonia australis na Shark Bay - a maior planta do mundo

Registro parcial da Posidonia australis na Shark Bay – a maior planta do mundo

-Conheça uma das maiores flores do mundo que chega a 1m de diâmetro e pesa até 11kg

A idade da erva marinha veio em conclusão a partir de sua imensa dimensão, já que a Posidonia australis cresce até 35 cm por ano: a maior planta do mundo, segundo os pesquisadores ligados à Universidade da Austrália Ocidental, funciona como “casa” para diversos animais marinhos, como tartarugas, golfinhos, caranguejos e peixes.”Os 200 quilômetros quadrados existentes de ervas daninhas parecem ter se expandido a partir de uma única muda colonizadora”, afirmou a estudante e pesquisadoras Jane Edgeloe, que participou do estudo.

Na imensa baia, as manchas escuras na água são a planta

Na imensa baia, as manchas escuras na água são a planta

-A árvore mais larga do mundo mais parece uma floresta inteira

A planta foi gerada a partir de duas espécies diferentes, e em alguns pontos não passa de 10 cm de altura, alcançando mais de um metro em outros. Além da dimensão, o fato de a erva ter conseguido crescer na região da Shark Bay também intriga os cientistas: o nível de salinidade de alguns pontos da baia onde a planta cresce é o dobro do normal, com temperaturas também singulares, variando de 15 ºC nas partes mais frias das águas, e 30ºC nas regiões mais quentes.

A descoberta da maior planta do mundo se deu praticamente por acaso, a partir de milhares de amostras

A descoberta da maior planta do mundo se deu por acaso, a partir de milhares de amostras

-A árvore mais antiga do mundo pode ser este cipreste da Patagônia de 5484 anos

Claramente visível até mesmo em fotografias aéreas da baia, a vegetação ocupa uma região maior que a cidade de Washington D.C., capital dos EUA, com 177 km². Apesar de seu tamanho monumental, a planta é também um tanto vulnerável e ameaçada, e já foi ainda maior: de acordo com a pesquisa, há cerca de uma década ela ainda cobria uma área adicional de cerca de 11 km², que desapareceu nos últimos anos por conta de ciclones e aumentos no nível do oceano provocado pelas mudanças climáticas.

Publicidade

© fotos 1, 2: Angela Rossen/Universidade da Austrália Ocidental

© foto 3: Sahira Bell/The University Of Western Australia


Canais Especiais Hypeness