Ciência

Nasa testa eficácia de sistema de defesa global contra asteroides perigosos se aproximando da Terra

09 • 06 • 2022 às 09:37
Atualizada em 10 • 06 • 2022 às 09:32
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

A Nasa realizou um exercício para testar a eficácia do sistema de defesa da Terra contra asteroides potencialmente perigosos que se aproximem do nosso planeta. Para medir nossa capacidade e velocidade de identificar um corpo celeste que represente uma ameaça ao nosso planeta, as informações sobre o asteroide Apófis foram removidas da base de dados de monitoramentos, obrigando os astrônomos a “redescobrir” rapidamente e com precisão o corpo espacial.

O teste foi desenvolvido para medir a eficácia do sistema de defesa global contra asteroides

O teste foi desenvolvido para medir a eficácia do sistema de defesa global contra asteroides

-Nasa alerta para asteróide que pode acabar com a humanidade ao cruzar trajetória da Terra

O exercício contou com mais de 100 participantes de 18 países, e foi coordenado pelo Escritório de Defesa Planetária da agência espacial estadunidense, ao lado da International Asteroid Warning Network, uma rede Internacional que trabalha para avisar e monitorar a aproximação dos objetos astronômicos. O asteroide Apófis foi descoberto em 2004 e causou preocupação inicial entre a comunidade científica, após observações levantarem uma pequena hipótese, medida em 2,7%, dele se chocar com a Terra em 2029. Novas observações, porém, descartaram a hipótese de impacto.

Três registros em 2021 do Apófisis durante o teste

Três registros em 2021 do Apófis durante o teste

-O que se sabe sobre o asteroide possivelmente mais valioso do que toda a economia global

O teste foi realizado durante a última passagem do Apófis, ocorrida entre dezembro de 2020 e março de 2021: sem os dados prévios sobre o asteroide nos bancos de dados, a aproximação foi medida como se fosse de um novo corpo celeste. E o resultado foi bem sucedido: no dia 4 de dezembro de 2020, asteroide tornou-se brilhante e visível, e o programa de monitoramento Catalina Sky Survey, da Nasa, realizou as primeiras detecções, registrando o asteroide como uma nova aparição. Rapidamente outros observatórios pelo mundo também registraram a observação e, ao fim do mês, o Minor Planet Center anunciou a “descoberta” de um “novo” asteroide se aproximando da Terra.

Desenho proporcional da aproximação da Terra que o asteroide irá realizar em 2029

Desenho proporcional da aproximação da Terra que o asteroide irá realizar em 2029

-Fósseis de peixes mortos uma hora após asteroide dão novas pistas sobre extinção dos dinossauros

Em março de 2021, ainda durante o exercício e diante de nova aproximação do Apófis, os astrônomos coletaram informações sobre o objeto e refinaram dados sobre a órbita e seu tamanho. “Ver a comunidade de defesa planetária se unir durante a aproximação mais recente do Apófis foi impressionante”, afirmou Michael Kelley, cientista que auxiliou a realização do exercício. O Apófis tem cerca de 370 metros de diâmetro, e passará o mais próximo da Terra no dia 13 de abril de 2029.

Em rosa, a órbita do asteroide, com relação à rota do nosso planeta, em azul

Em rosa, a órbita do asteroide, com relação à rota do nosso planeta, em azul

-NASA divulga vídeo mostrando como a Lua é o nosso escudo contra asteróides

O estudo também realizou simulações dos potenciais locais de impacto na superfície do planeta, a fim de auxiliar, em uma situação real, para evacuação de populações em áreas ameaçadas. O resultado do teste novamente descartou a possibilidade do asteroide atingir a Terra, e foi publicado na revista Planetary Science Journal.

Publicidade

© foto 1: Getty Images

© fotos 2, 3: NASA/reprodução

© foto 4: Wikimedia Commons


Canais Especiais Hypeness