Inspiração

Nova tecnologia promete fazer cimento comestível a partir de resíduo de alimentos; entenda

15 • 06 • 2022 às 09:19
Atualizada em 15 • 06 • 2022 às 09:19
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Pesquisadores da Universidade de Tóquio desenvolveram uma nova tecnologia que pode transformar qualquer tipo de resíduo alimentar em cimento comestível para uso na construção. Com uma resistência à tração quatro vezes maior, o produto seria uma alternativa para reduzir o aquecimento global

A maioria dos alimentos que vão para o lixo contribui para o aquecimento global ao liberar gás metano na atmosfera durante a decomposição. Além disso, a produção de cimento contribui com até 8% das emissões globais de dióxido de carbono. O professor associad do Ciência Industria, Yuya Sakai, se aventurou em pesquisas para encontrar materiais sustentáveis ​​que pudessem ser usados ​​na produção de cimento.

– Sustentabilidade social não funciona sem luta antirracista

A princípio, Sakai desenvolveu uma maneira de fazer concreto submetendo partículas de madeira à compressão térmica. O processo envolveu três etapas: secagem, pulverização e compressão. Mais tarde, Sakai e seu aluno Kota Machida, tentaram a mesma abordagem com o desperdício de alimentos.

Os estudiosos usaram compressores simples, comprados na Amazon

Em seus primeiros testes, eles tiveram que usar plástico para tornar o cimento de resíduos de alimentos suficientemente elástico. No entanto, após meses de testes, eles acabaram com cimento puro para resíduos de alimentos simplesmente ajustando a temperatura e a pressão usadas no processo.

– Aquecimento global está destruindo patrimônios artísticos da humanidade

Até agora, os pesquisadores conseguiram fazer cimento usando folhas de chá, casca de laranja e cebola, borra de café, repolho chinês e até sobras de lancheira em alguns casos. Eles também foram capazes de ajustar os sabores de seu produto e dar-lhe cores diferentes. Dizem que o cimento pode ser comido depois de ser quebrado em pedaços e fervido.

Em entrevista ao InHabitat, Sakai disse que o cimento pode ser fundamental para fazer casas temporárias para fins de evacuação, onde pode ser convertido em alimentos caso os suprimentos acabem. “Por exemplo, se a comida não puder ser entregue aos evacuados, eles podem comer camas improvisadas feitas de cimento alimentar”.

– Máscaras descartáveis podem virar asfalto graças à ciência; meio ambiente agradece

Para tornar o cimento impermeável, ele pode ser revestido com laca japonesa. Os pesquisadores sugerem isso como uma forma de protegê-lo de ser comido por roedores. Se adotado, o cimento pode ser fundamental para reduzir a crescente carga global de resíduos. 

Publicidade

Canais Especiais Hypeness