Criatividade

Roland Barthes: biografia capta o pensamento complexo de um dos pensadores mais importantes do nosso tempo

06 • 06 • 2022 às 10:20
Atualizada em 09 • 06 • 2022 às 09:51
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

O escritor e filósofo francês Roland Barthes foi um dos raros pensadores capazes de desvendar e ao mesmo tempo reinventar sua época- e recentemente ganha uma nova biografia que busca justamente revelar a vida misturada ao pensamento do autor. Sociólogo, semiólogo, crítico literário e ensaísta, Barthes explorou e revolucionou o pensamento no século XX nas mais diversas áreas, e Roland Barthes: biografia foi escrita por Tiphaine Samoyault, crítica e professora da Universidade Sorbonne, com a missão de retratar a forma como a obra e a vida do pensador se entrelaçaram ao longo de seus 64 anos.

O francês Roland Barthes é um dos mais importantes pensadores do nosso tempo

O francês Roland Barthes é um dos mais importantes pensadores do nosso tempo

-64 livros de filosofia pra baixar: Foucault, Deleuze, Rancière em PDF e mais

O livro foi lançado em 2015, na França, ano do centenário de Barthes, e chegou ao Brasil no ano passado pela Editora 34, com tradução de Sandra Nitrini e revisão técnica de Regina Salgado Campos, ambas professoras da USP. Um dos aspectos mais interessantes da biografia é o fato de Samoyault ter tido acesso completo e irrestrito aos arquivos do autor: escritor e anotador compulsivo, Barthes produziu diversos diários e cadernos, bem como manuscritos de livros nunca concluídos, memórias de viagens, planejamentos de cursos, e mais.

A nova biografia de Barthes chegou ao Brasil pela Editora 34 com 616 páginas

A nova biografia de Barthes chegou ao Brasil pela Editora 34 com 616 páginas

-O que podemos aprender com os 5 livros considerados os mais influentes de todos os tempos

Nascido na cidade de Cherbourg-Octeville, na região da Normandia, em 1915, no mesmo ano em que seu pai morreu, Barthes Enfrentou os efeitos de uma intensa tuberculose ao longo de toda vida – que viria a se encerrar por complicações pulmonares, em 1980, após ser atropelado diante do Collège de France, onde lecionava. Homossexual assumido e crítico incansável dos sistemas persuasão de toda comunicação, ele foi um dos mais importantes nomes da semiologia, buscando decodificar os mais variados signos e estados, bem como as infinitas facetas dos textos literários e críticos.

Barthes foi um dos maiores nomes da semiologia, e se dobrou sobre os mais variados signos culturais

Barthes foi um dos maiores nomes da semiologia, estudando os mais variados signos culturais

-Como a Bauhaus ajudou a moldar a arte moderna – e o século XX

Fotografia, moda, indústria cultural, bens de consumo, cinema, esportes, livros, tudo era visto e dissecado como símbolo pelo autor – capaz de revelar o avesso e as costuras da sociedade de forma singular e desafiadora. Barthes também revolucionou a crítica literária: no célebre ensaio “A Morte do Autor”, por exemplo, derruba a velha ideia de que quem assina um texto detêm o verdadeiro sentido daquela obra. Em sua igualmente famosa “Aula inaugural da cadeira de semiologia literária do Collège de France”, ele afirma: “A língua, como performance de toda a linguagem, não é nem reacionária, nem progressista: ela é, simplesmente: fascista; o fascismo não é impedir de dizer, é obrigar a dizer”.

Rua em homenagem ao pensador em Paris

Rua em homenagem ao pensador em Paris

-Projeto conta as histórias das pessoas com seus livros favoritos

Obras como Elementos da Semiologia, A Câmara Clara, Fragmentos de um Discurso Amoroso, Mitologias, O Rumor da Língua e A Preparação do Romance, entre outras, oferecem dimensão parcial do vasto impacto que o pensamento de Barthes provocou sobre áreas como a antropologia, a literatura, a comunicação, a arte, a linguística, e mais. Assim, partindo do mergulho nos arquivos inéditos a que teve acesso, em Roland Barthes: biografia, Samoyault busca contar a vida de um dos mais importantes pensadores do século XX para também percorrer o próprio pensamento e o tempo que Barthes viveu, estudou e transformou.

O autor em seu escritório: Barthes também pensou a política, e revolucionou a crítica literária

O autor em seu escritório: Barthes também pensou a política, e revolucionou a crítica literária

Publicidade

© fotos 1, 3, 5: Getty Images

© fotos 2, 4: Wikimedia Commons


Canais Especiais Hypeness