Reverb

Teresa Cristina, Karol Conka e MC Carol são destaques da 6ª conferência WME de mulheres na música

15 • 06 • 2022 às 14:30
Atualizada em 20 • 06 • 2022 às 10:05
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Mais de 40 horas de conteúdo em conferências, painéis, pitches, masterclasses, workshops, além de shows e festas espalhados pela cidade. Essa é a programação da 6ª edição da WME Conference – a maior conferência brasileira voltada para o protagonismo feminino no mundo da música. Com Teresa Cristina como madrinha e Karol Conka e MC Carol falando sobre saúde mental, o evento acontece de forma presencial e online.

Entre os dias 16 e 19 de junho, a WME ocupa a casinha Heavy House, no novo club noturno do centro, o N/A, na praça Dom José Gaspar, velha conhecida de quem curte baladas vespertinas pelo centro da cidade, e na Casa Natura Musical, palco da festa de encerramento; a parte de painéis, oficinas, masterclasses e experiências de marcas será realizada na Biblioteca Mário de Andrade.

Teresa Cristina, Karol Conka e MC Carol são destaques da 6ª conferência WME de mulheres na música

Idealizado por Monique Dardenne e Claudia Assef, a WME Conference Phygital marca o retorno da plataforma ao presencial, depois de duas edições remotas devido à pandemia. “Haverá novidades: quatro dias de duração, vamos ter festa de abertura e também será nossa estreia ocupando a cidade com o Circuito Phygital em quatro diferentes casas de São Paulo, além da nossa nova sede super especial para a parte de aprendizado e trocas, a Biblioteca Mário de Andrade”, comenta Claudia.

—Manas do Norte: 19 mulheres maravilhosas para conhecer a música do norte do Brasil

As convidadas incluem cantora e compositora carioca Teresa Cristina, Tulipa Ruiz, Bebé, Letticia Munniz, BadSista e Karina Buhr e muitas outras mulheres da música. “Fico feliz pelo fato de terem me escolhido como madrinha. Significa que as minhas ações são assertivas, e espero que eu consiga representar todas essas mulheres, e especialmente as parecidas comigo, com o meu perfil, pois somos muitas”, pontua Teresa sobre seu posto.

Encaixado no feriado de Corpus Christi, em 16 de junho, o evento faz sua estreia com a festa de abertura na Heavy House. Já na sexta-feira, a maratona de painéis, oficinas e masterclasses terá início na Biblioteca Mário de Andrade, no centro da cidade.

A programação digital da Conference começa no dia 14 de junho com o início do Pitch WME. Pelo segundo ano consecutivo, o WME seleciona 20 artistas para se apresentarem de forma virtual para um júri composto por mais de 30 mulheres que estão à frente de importantes iniciativas da música, como Ana Garcia (Festival Coquetel Molotov), Ana Morena (Festival do Sol) e Francesca Altério (Festival GRLs), entre outras. É uma oportunidade única de apresentar trabalhos de bandas e artistas novos para o mercado.

—Tasha e Tracie: as gêmeas com sangue nigeriano que estão se destacando na cena do rap

Na sexta, 17, os painéis de discussão tomam conta da Biblioteca Mário de Andrade e os assuntos são pra lá de urgentes, criando uma interseção entre música, tecnologia e negócios. Após as rodadas de painéis, oficinas e masterclasses da tarde de sexta, o dia encerra com dois shows gratuitos na Praça Dom José Gaspar, apresentando gratuitamente para a população os talentos de Bebé, recém contratada pelo selo Balaclava, e LAZÚLI, projeto solo de Juliana Strassacapa, também vocalista da banda paulista Francisco el Hombre.

Em 18 de junho, sábado, um dos pontos altos promete ser o painel Back to Back com Karol Conka e MC Carol – Um papo sobre Saúde Mental e Carreira, mediado pela apresentadora e jornalista Didi Couto. 

Ainda no dia 18, a fonoaudióloga Ana Terra Pompeu, preparadora vocal responsável pelas vozes de Criolo, Emicida, Rashid, Linn da Quebrada, Tássia Reis e MC Stefanie, ministra a a oficina “Voz Rimada: treinamento, aquecimento e saúde vocal”.

Outro tema abordado será o selo IGUAL, lançado na última edição da WME Conference, que estimula casas de clubes, festas e festivais, empresas e agências a terem pelo menos metade de seu staff e contratados composto por mulheres, pessoas não-binárias ou trans. O painel versará sobre o papel da curadoria musical contemporânea como tradutora das transformações sócio-culturais. A iniciativa visa a equidade de gêneros em line-ups e equipes de empreendedorismo musical por todo o país. Para participar, a empresa ou festival deve se cadastrar no site da plataforma do WME.

O programa de sábado será encerrado com mais shows gratuitos na Praça Dom José Gaspar, logo atrás da Biblioteca, com as artistas Aíla, cantora e compositora paraense que transita entre brega, pop e zouk love, seguida pelo show da cantora, poetisa e escritora Bixarte, uma potência paraibana de apenas 18 anos que despontou no rap nacional em 2021.

Ainda no sábado, o WME faz a sua tradicional festa de música eletrônica, com as DJs Marta Supernova (artista visual e sonora, DJ, produtora musical e percussionista), Valentina Luz (modelo, performer e DJ) e Cashu (DJ da cena queer underground eletrônica de São Paulo) que se apresentarão no N/A Club, subsolo do The Bowl. O encerramento do WME Conference será domingo, dia 19, na Casa Natura, com Kaê Guajajara, Mc Carol e atração surpresa.

Os ingressos para a WME Conference Phygital devem ser adquiridos antecipadamente pela plataforma Sympla. O passaporte completo, que dá direito aos dois dias de conferência na Mário de Andrade, além das festas de lançamento na Heavy House e do sábado no N/A Club e também a todo o conteúdo digital (que ficará liberado por 30 dias) custam R$ 120 e R$ 60 a meia-entrada. Os shows na Praça Dom José Gaspar e o encerramento na Casa Natura Musical são totalmente gratuitos.

Publicidade

Fotos destaque: Divulgação/WME
Teresa Cristina: Getty Images


Canais Especiais Hypeness

Especiais