Diversidade

Trisal de mulheres enfrenta preconceito e relata como amizade virou ‘amor potente e real’

15 • 06 • 2022 às 09:22
Atualizada em 15 • 06 • 2022 às 09:22
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

No último domingo (12), Dia dos Namorados foi celebrado pela primeira vez por Luana, Jéssica e Laís (nomes fictícios) como um trisal – elas tinham mesmo muito para comemorar, pois enfrentam, desde que estão juntas há sete meses, vários desafios em busca da aceitação em sociedade. As três falaram ao G1 sobre a experiência. 

Tudo começou com Luana e Jéssica, quando se conheceram em 2014 em uma roda de amigos. As duas começaram a namorar e logo foram morar juntas e oficializaram a união com um casamento civil dois anos depois. Construindo confiança e transparência, as duas começaram a pensar em uma relação fora da monogamia.

– Trisal: por que lemos mais sobre relacionamentos com um homem e duas mulheres?

“Podemos nos desprender do que nos disseram e nos moldaram, para apenas sentir e estar. Sinto que quando há maturidade e reciprocidade no querer, as relações tendem a passar por menos caos”, conta Luana. 

Em 2021, após 5 anos de convivência entre as duas, Luana e Jéssica conheceram Laís, que morava em Rio Verde, cidade do interior do Goiás. No início as três encontravam afinidades mesmo em uma relação a distância, online, mas depois do primeiro encontro presencial, em outubro, muita coisa mudou para melhor. 

– Poliamor: Brasil oficializa primeira relação estável entre 3 mulheres

Até que as três decidiram que Laís passaria a morar em João Pessoa, com Jéssica e Luana. Amigos e parentes das três já sabem da decisão, mas isso não impede que situações desconfortáveis continuem surgindo. 

– Nora de Gilberto Gil, Mãeana diz que “a monogamia é uma mentira na qual mulheres caem mais facilmente”

Mas elas nem pensam em se retrair diante de desafios e julgamentos da sociedade. Pretendem ter filhos, fazer inúmeras viagens e crescer profissionalmente.Luana é analista de negócios e sistemas, Jéssica trabalha com tecnologia e Laís é empreendedora, todas têm 30 anos de idade. 

Publicidade

Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução/G1


Canais Especiais Hypeness