Ciência

Veterinário viraliza ao operar abdômen rompido de louva-a-deus; entenda

06 • 06 • 2022 às 10:13 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

O veterinário Luiz Fernando Guaraná viralizou recentemente nas redes ao compartilhar a cirurgia que realizou em Karla, uma louva-a-deus que machucou o abdômen após cair de uma planta. O inseto era criado como um pet ao lado de outro louva-a-deus em uma casa de família, e recebeu uma pequena sutura para tentar conter o ferimento. “Hoje, foi dia de fazer um atendimento inusitado, único, uma experiência completamente diferente de todas as outras. Com o desfecho, até o momento, muito bacana”, escreveu o veterinário.

A louva-a-deus Karla, com o abdômen aberto, antes da cirurgia

A louva-a-deus Karla, com o abdômen aberto, antes da cirurgia

-Peixinho que nasceu sem mandíbula ganha prótese improvisada com cartão de crédito

Guaraná trabalha na clínica Exotic Pets, especializada em animais de estimação não convencionais, em São Paulo, e ficou emocionado com a relação da família com o animal – o mais exótico entre todos os pets inusitados que já tratou. “Hoje me tocou muito ver o apego da família e o quão preocupados estavam com o animal, isso é valorizar cada vida independente da espécie que estamos lidando”, escreveu, em seu Instagram. “Agora, quando me perguntarem que animal mais estranho que eu já atendi na clínica, a minha resposta, certamente, vai ser louva-a-deus”, escreveu.

-Conheça 20 animais que são mestres em se camuflar na natureza

Karla precisou receber uma anestesia para tratar o quadro, que apresentava, por conta da ruptura, exposição de ovos e perda de hemolinfa, o equivalente ao sangue dos insetos. A fêmea levou dois pontos no abdômen e foi colocada em recuperação, mas infelizmente não sobreviveu ao procedimento. “Karla se recuperou bem da cirurgia e anestesia, como mostram os vídeos sendo medicada por nossa equipe durante a internação. Infelizmente nem sempre teremos o desfecho que queremos, mas o importante é ter consciência que demos o nosso melhor”, comentou o veterinário, em comunicado.

Os pontos que Karla levou no abdômen: infelizmente a louva-a-deus não resistiu

Os pontos que Karla levou no abdômen: infelizmente a louva-a-deus não resistiu

-Homem com 864 tatuagens de insetos no corpo fala em “obsessão”

Segundo Guaraná, tratar de um animal como um louva-a-deus não é parte da formação profissional, a literatura sobre esse tipo de tratamento é escassa, e por isso foi necessário adaptar as mais diversas técnicas para tratar do inseto. Karla tinha cinco meses de vida, em uma expectativa de vida de cerca de um ano. “Ficamos tristes com sua morte. A ligação emocional da família nos chamou muita atenção, pois os insetos são animais tão negligenciados que ver a ligação emocional da família nos tocou bastante”, comentou o veterinário. Em seu perfil, é possível acompanhar o tratamento de pássaros, lagartos, coelhos, peixes e outros animais exóticos.

O louva-a-deus é um mestre da camuflagem, e um dos mais fortes insetos

O louva-a-deus é um mestre da camuflagem, e um dos mais fortes insetos

Publicidade

© fotos: Instagram/reprodução


Canais Especiais Hypeness